Economia

Leite, cebola, passagem aérea e transporte por app: veja os preços que mais subiram em um ano

IPCA registrou deflação em agosto pelo segundo mês consecutivo, mas alguns produtos continuam com forte alta no acumulado em 12 meses

Transporte por aplicativo: veja os preços que mais subiram em agosto (Uber/Divulgação)

Transporte por aplicativo: veja os preços que mais subiram em agosto (Uber/Divulgação)

AO

Agência O Globo

Publicado em 9 de setembro de 2022 às 10h16.

Última atualização em 9 de setembro de 2022 às 13h32.

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrou deflação em agosto pelo segundo mês consecutivo, informou nesta sexta-feira o IBGE. O resultado foi graças a quedas consecutivos nos preços de combustíveis e energia elétrica.

Ou seja, o alívio não foi generalizado. E alguns produtos continuam com forte alta no acumulado em 12 meses. No conjunto, os alimentos no domicílio subiram 15,63% desde setembro do ano passado. No caso do leite, a alta chega a 60,81%. A cebola subiu 91,21%.

Mas não foram só os alimentos. Passagens aéreas e transporte por aplicativos também ficaram bem mais caros no último ano.

Os preços que mais subiram nos últimos 12 meses

  • Cebola: 91,21%
  • Mamão: 82,83%
  • Melão: 79,34%
  • Passagem aérea: 74,94%
  • Melancia: 61,88%
  • Leite longa vida: 60,81%
  • Óleo diesel: 53,16%
  • Manga: 47,05%
  • Café moído: 46,34%
  • Transporte por aplicativo: 43,80%

LEIA TAMBÉM: Com alta nos alimentos, 67% dos consumidores buscam opções mais baratas em supermercados

Acompanhe tudo sobre:Desenvolvimento econômicoIBGEInflaçãoIPCA

Mais de Economia

Boletim Focus: mercado eleva projeções do IPCA, Selic e Câmbio de 2024

PEC promove "privatização" do BC e pode ter custo fiscal ao país, dizem especialistas

Alckmin destaca compromisso do governo com o arcabouço fiscal

Haddad diz que Brasil é uma “encrenca”, mas que tem potencial de ser “grande”

Mais na Exame