Acompanhe:

Leilão da ANP de dois campos de petróleo do pré-sal arrecada R$ 11,1 bi

O consórcio integrado por Petrobras, Shell e TotalEnergies arrematou o bloco Atapu e o consórcio entre TotalEnergies, Petronas e Qatar Petróleo arrematou o bloco Sépia

Modo escuro

Continua após a publicidade
Pré-sal: A previsão é que os investimentos para desenvolver essas áreas dentro desses campos cheguem a R$ 204 bilhões (Pilar Olivares/Reuters)

Pré-sal: A previsão é que os investimentos para desenvolver essas áreas dentro desses campos cheguem a R$ 204 bilhões (Pilar Olivares/Reuters)

D
Da redação, com agências

Publicado em 17 de dezembro de 2021 às, 12h13.

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) realizou nesta sexta-feira, 17, o leilão dos dois últimos campos de petróleo do pré-sal. O leilão arrecadou R$ 11,140 bilhões em bônus de assinatura, valor fixo pago pelos blocos, dos quais R$ 7,7 bilhões serão repassados aos estados e municípios, de acordo com o Ministério de Minas e Energia.

Para tornar o leilão mais atraente, o governo reduziu o bônus de assinatura em 70%, e diminuiu também a participação a ser oferecida ao governo na produção.

Apesar de 11 empresas habilitadas, só houve três ofertas. Como são duas áreas no pré-sal, o modelo do leilão segue o regime de partilha, no qual o critério para escolha das empresas vencedoras é o excedente em óleo para a União.

O consórcio integrado por Petrobras, Shell e TotalEnergies fez a única oferta e arrematou o bloco Atapu, no pré-sal da Bacia de Santos, em leilão dos excedentes da cessão onerosa nesta sexta-feira, com oferta de óleo lucro de 31,68%, ante percentual mínimo de 5,89%.

A Petrobras será a operadora, com 52,5%, enquanto Shell terá 25% e TotalEnergies 22,5%. Ao arrematar o bloco, o consórcio pagará um bônus de assinatura 4 bilhões de reais à União.

O consórcio integrado por TotalEnergies, Petronas e Qatar Petróleo arrematou o bloco Sépia, no pré-sal da Bacia de Santos, em leilão dos excedentes da cessão onerosa, com oferta de óleo lucro de 37,43%, ante percentual mínimo de 15,02%.

Após o anúncio da proposta vencedora, a Petrobras exerceu seu direito de atuar como operadora, com 30% de participação no consórcio vencedor. Com isso, a TotalEnergies terá 28%, Petronas 21% e Qatar 21%.

Ao arrematar o bloco, o consórcio pagará um bônus de assinatura 7,138 bilhões de reais à União.O consórcio venceu oferta concorrente apresentada pela Petrobras, que ofereceu um percentual de excedente em óleo de 30,30%.

A previsão é que os investimentos para desenvolver essas áreas dentro desses campos cheguem a R$ 204 bilhões, arrecadando cerca de R$ 120 bilhões em participações governamentais e impostos pelos próximos anos. A expectativa é de geração de 160 mil empregos diretos e indiretos.

  • Fique por dentro das principais notícias do Brasil e do mundo. Assine a EXAME

Últimas Notícias

Ver mais
Petrobras aumenta preço do querosene de aviação entre 8% e 8,5%
Economia

Petrobras aumenta preço do querosene de aviação entre 8% e 8,5%

Há um dia

Petróleo vira arma na guerra de Milei com governadores, expondo novas fissuras no governo
Mundo

Petróleo vira arma na guerra de Milei com governadores, expondo novas fissuras no governo

Há um dia

Produção total de petróleo e gás avança em relação a janeiro de 2023
Brasil

Produção total de petróleo e gás avança em relação a janeiro de 2023

Há um dia

Depois do Paraná, Petrobras entra com diesel renovável em SP
ESG

Depois do Paraná, Petrobras entra com diesel renovável em SP

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais