Lei de sanções contra Rússia pode minar relações, diz Lavrov

Ministro russo indicou que lei que "ameaça a Rússia com novas sanções pode minar por muito tempo a possibilidade de uma cooperação normal" entre os dois países

Moscou – A assinatura pelo presidente Barack Obama de uma lei que autoriza novas sanções contra a Rússia pode minar por muito tempo as relações entre os dois países, declarou o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov.

Lavrov indicou ao seu colega americano, John Kerry, durante uma conversa por telefone, que esta lei que “ameaça a Rússia com novas sanções pode minar por muito tempo a possibilidade de uma cooperação normal” entre os dois países, segundo um comunicado do ministério russo.

O presidente americano anunciou na quinta-feira a promulgação de uma lei que dá a possibilidade de introduzir novas sanções contra a Rússia por seu envolvimento no conflito ucraniano, mas indicou que não tinha a intenção de decretar nenhuma por enquanto.

Esta lei também autoriza os Estados Unidos a fornecer à Ucrânia armas letais, uma possibilidade à qual Obama se opôs até o momento.

Obama indicou que considera contraproducente a imposição de sanções suplementares sem a coordenação da União Europeia.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.