Economia

IPP subiu 0,35% em março ante avanço de 0,14% em fevereiro, mostra IBGE

A alta foi o segundo avanço seguido, interrompendo uma sequência de três meses de reduções de preços

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 30 de abril de 2024 às 13h35.

O Índice de Preços ao Produtor (IPP), que inclui preços da indústria extrativa e de transformação, registrou alta de 0,35% em março ante avanço de 0,14% em fevereiro, informou nesta terça-feira, 30, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A alta foi o segundo avanço seguido, interrompendo uma sequência de três meses de reduções de preços. O IPP mede a evolução dos preços de produtos na "porta da fábrica", sem impostos e fretes, da indústria extrativa e de 23 setores da indústria de transformação.

Com o resultado de março, o IPP de indústrias de transformação e extrativa acumulou um aumento de 0,25% no ano. Considerando apenas a indústria extrativa, houve queda de 1,04% em março, após avanço de 1,79% registrado em fevereiro. Já a indústria de transformação registrou alta de 0,43% em março ante alta de 0,05% no IPP de fevereiro.

Como resultado, o IPP acumulou uma deflação de 4,13% nos 12 meses encerrados em março de 2024. A taxa acumulada em 12 meses completou o 13º resultado negativo consecutivo, permanecendo em deflação desde março de 2023, apontou o IBGE.

Acompanhe tudo sobre:IBGEIndicadores econômicos

Mais de Economia

Há dúvida sobre qual é impacto do RS no PIB, especialmente no 2º tri, afirma Campos Neto

EUA cria 272 mil postos de trabalho em maio, mais que o esperado, porém desemprego avança

FMI diz que Argentina enfrenta "caminho difícil" para sair da crise e precisa proteger mais pobres

Coalizão com 27 frentes parlamentares pede a Pacheco devolução de MP que compensa desoneração

Mais na Exame