Economia

Inflação ao consumidor na Argentina sobe 8,8% em abril ante março, com alta anual de 289,4%

Neste ano, a inflação está em 65% no país, segundo o Indec

Argentina: país enfrenta graves problemas econômicos, como inflação e aumento da pobreza (Elijah-Lovkoff/Getty Images)

Argentina: país enfrenta graves problemas econômicos, como inflação e aumento da pobreza (Elijah-Lovkoff/Getty Images)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 14 de maio de 2024 às 16h48.

Última atualização em 14 de maio de 2024 às 17h03.

Tudo sobreArgentina
Saiba mais

O índice de preços ao consumidor da Argentina cresceu 8,8% em abril, na comparação com março, informou nesta terça-feira, 14, o Instituto Nacional de Estatística e Censos (Indec).

O resultado representa uma desaceleração, após a alta mensal de 11,0% vista em março, e ficou abaixo de 10% pela primeira vez desde outubro, quando havia sido de 8,3%.

Já na comparação anual a inflação em abril estava em 289,4%, superior aos 287,9% vistos em março.

Até agora neste ano, a inflação está em 65,0% no país, segundo o Indec.

Acompanhe tudo sobre:Javier MileiInflaçãoArgentina

Mais de Economia

Governo chinês critica novas tarifas dos EUA e alerta sobre impactos bilaterais

Análise: após ata do Copom, apostas migram para fim do ciclo de cortes entre 10% e 10,5% ao ano

Haddad diz que racha no Copom tinha mais rumor do que verdade: ‘Está tudo tranquilo lá’

Dilma anuncia liberação de R$ 5,750 bilhões do banco dos Brics para o RS

Mais na Exame