Economia

Governo volta a registrar déficit primário em novembro

Resultado negativo de R$ 14,7 bilhões interrompeu sequência de três meses no azul. Ainda assim, expectativa do governo é de fechar o ano com superávit

Tesouro Direto e fundos de investimentos são boas opções para quem quer começar a investir com pouco dinheiro (Priscila Zambotto/Getty Images)

Tesouro Direto e fundos de investimentos são boas opções para quem quer começar a investir com pouco dinheiro (Priscila Zambotto/Getty Images)

AO

Agência O Globo

Publicado em 28 de dezembro de 2022 às 15h50.

O governo federal registrou um déficit primário de R$ 14,7 bilhões em novembro, informou o Tesouro Nacional nesta quarta-feira. O resultado do mês foi pior do que a mediana de expectativas na pesquisa Prisma Fiscal, do próprio Ministério da Economia, que indicava insuficiência de R$ 1,3 bilhão, e quebrou uma sequência de três meses das contas públicas no azul.

O Tesouro Nacional e o Banco Central fecharam novembro com superávit de R$ 4,6 bilhões, enquanto a Previdência Social (RGPS) apresentou déficit de R$ 19,2 bilhões. De acordo com o Tesouro, pesaram para o resultado uma redução nas receitas, como a diminuição de R$ 8,7 bilhões de recebimento de dividendos e queda na arrecadação do IPI por causa da redução de alíquotas.

Essas quedas ainda foram parcialmente compensadas por aumento da arrecadação com tributos específicos, como o IRPJ e CSLL e aumento de IR retido na fonte para rendimentos de capital.

As despesas do governo, em contrapartida, cresceram. O Tesouro aponta para mais gastos com o programa Auxílio Brasil e o aumento do número de beneficiários da Previdência.

Ano no azul

No acumulado do ano, ao longo dos primeiros onze meses as contas públicas do governo central estão no azul: foi registrado um superávit de R$ 49,3 bilhões. Nesse caso, Tesouro Nacional e Banco Central registraram contas positivas em R$ 317,2 bilhões. Por outro lado, a Previdência (RGPS) teve um rombo de R$ 267,9 bilhões.

LEIA TAMBÉM:

Acompanhe tudo sobre:Banco CentralMinistério da EconomiaTesouro Nacional

Mais de Economia

Especialista dá dicas sobre como "dolarizar" sua renda

Microempreendedor Individual é a cara do Brasil que avança

Após reunião com Lula, Uber anuncia R$ 10 milhões a motoristas afetados no RS

Argentina encolhe 8% e Milei faz show de rock: “sou o rei de um mundo perdido”

Mais na Exame