Economia

FMI confirma calote da Grécia e declara o país em moratória

O fundo confirmou que a Grécia não pagou 1,6 bilhão de euros, e declarou o país em moratória


	Bandeiras da Grécia (D) e da União Europeia
 (Yves Herman/Reuters)

Bandeiras da Grécia (D) e da União Europeia (Yves Herman/Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 30 de junho de 2015 às 19h59.

Washington - O Fundo Monetário Internacional (FMI) confirmou nesta terça-feira que a Grécia não efetuou o pagamento de 1,6 bilhão de euros que deve à instituição e cujo prazo vencia às 19h de Brasília, e declarou o país "em moratória".

"Confirmo que o pagamento de cerca de 1,6 bilhão de euros devidos pela Grécia ao FMI hoje não foi recebido. Informamos ao Diretório Executivo que a Grécia está agora em moratória e só pode receber recursos assim que os atrasos tenham sido compensados", disse Gerry Rice, porta-voz da instituição, em breve comunicado.

Além disso, ele afirmou que a instituição "tinha recebido um pedido das autoridades gregas de uma extensão do pagamento, que passará ao Diretório Executivo seguindo os devidos procedimentos".

O último país que tinha incorrido em moratória de grande magnitude com o FMI tinha sido o Zimbábue, em 2001.

Texto atualizado às 19h59

Acompanhe tudo sobre:Crise gregaDívidas de paísesEuropaFMIGréciaPiigs

Mais de Economia

Boletim Focus: mercado consolida desancoragem de expectativas de inflação e espera juros mais altos

Na China, PBoC mantém principais taxas de juros (LPRS) inalteradas

EUA: Fed deve reduzir capital exigido a bancos em proposta regulatória

China anuncia investigação antidumping sobre produtos químicos importados da UE e dos EUA

Mais na Exame