Economia

Espaço aéreo volta à normalidade, diz Comissão Europeia

Bruxelas - O vice-presidente da Comissão Europeia (CE) e responsável de Transporte, Siim Kallas, afirmou hoje que o espaço aéreo europeu está "voltando à normalidade" e que, pelo segundo dia consecutivo, espera-se que os 28 mil voos previstos para esta sexta-feira ocorram. "O pior da crise já passou. Mas fica muito trabalho por fazer a […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 23 de abril de 2010 às 10h38.

Bruxelas - O vice-presidente da Comissão Europeia (CE) e responsável de Transporte, Siim Kallas, afirmou hoje que o espaço aéreo europeu está "voltando à normalidade" e que, pelo segundo dia consecutivo, espera-se que os 28 mil voos previstos para esta sexta-feira ocorram.

"O pior da crise já passou. Mas fica muito trabalho por fazer a curto, médio e longo prazo para enfrentar o impacto da crise, assim como para preparar a gestão de uma crise futura", indicou Kallas em entrevista coletiva.

Kallas informou que apresentará na próxima terça-feira ao Colégio de comissários um Mapa do Caminho para o acompanhamento da crise a médio e longo prazo, que dará orientações preliminares sobre como deve ser o regulador europeu, a aplicação dos direitos dos passageiros, a resposta ao impacto econômico, a ameaça específica dos vulcões e a futura gestão das crises.

O documento também incluirá uma análise inicial sobre o grupo de especialistas criado pela comissão para avaliar a situação, liderada pelo próprio Kallas e os comissários de Competência, Joaquín Almunia, e de Assuntos Econômicos e Monetários, Olli Rehn.

Ressaltou que a importância de seguir trabalhando para o "céu único europeu", já que considera que "a ausência de um regulador único europeu do controle do tráfego sofreu para responder à crise".

A Presidência espanhola da UE convocou hoje um conselho extraordinário de ministros europeus de Transportes para 4 de maio, para abordar o projeto do espaço único europeu, entre outros assuntos.

Acompanhe tudo sobre:AviaçãoDesastres naturaisEuropaSetor de transporteUnião Europeia

Mais de Economia

FGV terá indicadores para medir riscos de corrupção em empresas de saúde

“Governo está metendo a mão, querendo taxar tudo e com juros desse jeito”, critica Rubens Ometto

Fim de compensação de PIS/Cofins pode criar calote de R$ 29,2 bi, semelhante ao dos precatórios

Dirigente do banco central europeu fala que corte foi decisão essencial

Mais na Exame