Acompanhe:

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) anunciou nesta quarta-feira 21 a manutenção na taxa básica de juros (Selic), em 13,75% ao ano, mas abriu a porta para uma queda na próxima reunião do colegiado, em agosto. A decisão, a sétima consecutiva, veio em linha com as expectativas dos analistas do mercado financeiro, que apostavam majoritariamente a taxa não seria alterada.

"O Comitê avalia que a conjuntura demanda paciência e serenidade na condução da política monetária e relembra que os passos futuros da política monetária dependerão da evolução da dinâmica inflacionária, em especial dos componentes mais sensíveis à política monetária e à atividade econômica, das expectativas de inflação, em particular as de maior prazo, de suas projeções de inflação, do hiato do produto e do balanço de riscos", sinalizou o BC.

Pela segunda reunião consecutiva, o Copom deste mês ocorreu com menos um integrante. A cadeira de Política Monetária é acumulada pelo diretor de Política Econômica, Diogo Abry Guillen, até que Gabriel Galípolo seja sabatinado pelo Senado para ocupar o posto. Ele e Ailton de Aquino Santos, indicado para a Diretoria de Fiscalização, devem estar presentes na próxima reunião, em agosto. A sabatina dos dois esta marcada para 27 de junho.

No último boletim Focus, divulgado na segunda-feira 19, a mediana para os juros básicos no fim de 2023 baixou de 12,50% para 12,25% ao ano. Para o término de 2024, a expectativa também caiu, de 10,00% para 9,50% após 17 semanas de manutenção. Há um mês, as estimativas eram de 12,50% e 10,00%, nessa ordem.

Brasil tem maior juro real

O Brasil tem o segundo maior juro nominal do mundo (atrás da Argentina) e, descontada a inflação, o maior juro real.

De uma lista de 40 países monitorados pela Infinity Asset, o Brasil liderou com o maior juro real em junho, segundo o ranking elaborado pela gestora e pelo portal MoneYou.

No último ranking, o Brasil aparece com juro real de 7,54%, diante de uma inflação projetada para os próximos 12 meses.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Picchetti: Brasil está sendo encarado como exemplo na inclusão financeira
Economia

Picchetti: Brasil está sendo encarado como exemplo na inclusão financeira

Há um dia

Governo aprova nova queda de juros do empréstimo consignado para beneficiários do INSS
Economia

Governo aprova nova queda de juros do empréstimo consignado para beneficiários do INSS

Há 2 dias

Drex: lançamento do real digital pode atrasar, aponta coordenador do Banco Central
Future of Money

Drex: lançamento do real digital pode atrasar, aponta coordenador do Banco Central

Há 3 dias

Cenário está bem para uma Selic terminal mais para 9,5%, diz ex-diretor do BC
seloMercados

Cenário está bem para uma Selic terminal mais para 9,5%, diz ex-diretor do BC

Há 5 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais