Acompanhe:

A cidade de Itajaí, no litoral norte de Santa Catarina, foi a cidade brasileira com maior valor em importações em 2023. O município desbancou grandes centro e importou US$ 13 bilhões, R$ 64 bilhões em conversão direta, cerca de 5,47% de todas as importações do Brasil. 

Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, compilados pela Tek Trade, empresa do ramo de importação e exportação, as companhias sediadas em Itajaí compraram mercadorias principalmente da Ásia (50,48%), Europa (19,80%) e América do Sul (17,29%). Entre os produtos, destaque para os químicos (19,21%), máquinas e aparelhos eletrônicos (17,71%), plásticos e derivados (16,33%).

De acordo com Rogério Marin, CEO da Tek Trade e presidente do Sindicato das Empresas de Comércio Exterior do Estado de Santa Catarina (Sinditrade), o resultado se explica pela localização estratégia, a vocação logística e as vantagens fiscais da região.

“Itajaí atrai um grande número de empresas de comércio exterior em função das excelentes condições logísticas do estado, que conta com cinco portos marítimos, está localizado praticamente no centro do Mercosul, conta com mão de obra qualificada e desfruta de uma parceria entre governo e empresas privadas sem paralelo no Brasil", disse Marin.

O executivo afirma ainda que caso o Porto de Itajaí, que passou todo o 2023 parado por falta de licitação, tivesse em operação, o resultado seria ainda mais significativo.

"Caso o porto tivesse operado normalmente, a tendência é de que Itajaí teria atingido percentual ainda mais expressivo no ranking de cidades importadoras do país”, reforçou o presidente do Sinditrade.

Em 2020, o Porto de Itajaí chegou a ser o segundo com maior volume de movimentações de contêineres do Brasil, atrás apenas do Porto de Santos. Segundo o ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, o edital de licitação de 35 anos do porto deve ser anunciado até o fim do primeiro semestre deste ano. É esperado que uma empresa administre o terminal de forma provisória até a realização do leilão definitivo. A decisão deve ser sacramentada em março, com visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a região.

Ranking das cidades que mais importaram em 2023

Na lista das cidades com empresas que mais importaram, Manaus ficou em segundo lugar no ranking, com mais de US$ 12,5 bilhões em importações. São Paulo, na terceira posição, chegou a valores que ultrapassam US$ 8,4 bilhões. No mesmo período, o Brasil importou US$ 240,8 bilhões, 11,66% menos que em 2022, o que gerou um superávit comercial recorde de quase US$ 100 bilhões.

  • Itajaí - SC - US$ 13.150.114.858,00
  • Manaus - AM - US$ 12.550.959.863,00
  • São Paulo - SP - US$8.448.290.747,00
  • Rio de Janeiro - RJ - US$ 7.098.696.464,00
  • Petrópolis - RJ - US$ 6.558.269.294,00
  • São Luís - MA - US$ 4.700.722.969,00
  • Joinville - SC - US$ 4.521.736.605,00
  • Curitiba - PR - US$ 4.140.515.502,00
  • Paulínia - SP - US$ 4.037.820.394,00
  • Duque de Caxias - RJ USD 3.770.160.125,00

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Jair Renan se filia ao PL para se candidatar a vereador em Balneário Camboriú (SC)
Brasil

Jair Renan se filia ao PL para se candidatar a vereador em Balneário Camboriú (SC)

Há uma semana

Após quase falir, têxtil Buddemeyer, de SC, chega aos R$ 500 milhões e mira operação na Europa
seloNegócios

Após quase falir, têxtil Buddemeyer, de SC, chega aos R$ 500 milhões e mira operação na Europa

Há uma semana

Conheça os 10 prédios mais altos do Brasil – sete deles estão na mesma cidade
seloMercado imobiliário

Conheça os 10 prédios mais altos do Brasil – sete deles estão na mesma cidade

Há uma semana

Um a cada três brasileiros gostaria de morar em outro estado; veja os destinos mais desejados
seloMercado imobiliário

Um a cada três brasileiros gostaria de morar em outro estado; veja os destinos mais desejados

Há 2 semanas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais