Economia

País precisa de transparência para manter liderança

Brasília - Para que o Brasil sustente uma posição de liderança no cenário internacional, é preciso investir em transparência, ética e prestação de contas dos órgãos governamentais, segundo o ministro-chefe da Controladoria-Geral da União (CGU), Jorge Hage. Na abertura da Conferência Mundial sobre Transparência, Ética e Prestação de Contas dos Poderes Judiciários, hoje (4), em […]

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às 03h42.

Brasília - Para que o Brasil sustente uma posição de liderança no cenário internacional, é preciso investir em transparência, ética e prestação de contas dos órgãos governamentais, segundo o ministro-chefe da Controladoria-Geral da União (CGU), Jorge Hage.

Na abertura da Conferência Mundial sobre Transparência, Ética e Prestação de Contas dos Poderes Judiciários, hoje (4), em Brasília, o ministro destacou ações dos Três Poderes nesse sentido.

“Recentemente foi aprovado na Câmara um projeto que prevê acesso a lista de documentos secretos de órgãos públicos, além do Ficha Limpa que deve melhorar nossos padrões de moralidade. Já no Judiciário, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) é referência por conta da informatização plena dos processos”, disse.

Com a presença de magistrados e pesquisadores do Brasil, Chile, Paraguai, Uruguai e da Costa Rica, a conferência serve para que os participantes conheçam modelos de modernização judiciária aplicados em outros países e avaliem a possibilidade de levá-los para suas realidades. "Não precisamos mais pensar em vetor de conhecimento que venha do (Hemisfério) Norte, mas no conhecimento Sul- Sul e, eventualmente na troca Sul-Norte", disse o vice-presidente do Banco Mundial, Otaviano Canuto.

Na abertura do encontro, ocorreu também a entrega do Prêmio Innovare, que reconhece iniciativas que modernizem e agilizem o Judiciário. Em sete edições, é a primeira vez que concorrem outros países, além do Brasil. O projeto vencedor foi o Modelo de Gestão do Despacho Judicial Penal de La Vega, da República Dominicana.

Leia mais de Brasil

Siga as últimas notícias de Economia no twitter

 

Acompanhe tudo sobre:América LatinaDados de BrasilGestão públicaGoverno

Mais de Economia

Copom: em decisão unânime, BC mantém Selic em 10,5% e põe fim ao ciclo de cortes

Margem Equatorial: Magda Chambriard defende exploração com 'rigorosos padrões de segurança'

Governo e estados acertam criação de fundo em projeto sobre dívida dos estados

Lula quer que Petrobras tenha gestão 'com respeito à sociedade brasileira', diz Magda Chambriard

Mais na Exame