Economia

Bolsonaro pede que brasileiros economizem energia: 'Estamos no limite'

Segundo Bolsonaro, algumas usinas podem parar de funcionar se crise persistir; governo vinha resistindo a pedir racionamento à população

 (Isac Nóbrega/PR/Flickr)

(Isac Nóbrega/PR/Flickr)

AO

Agência O Globo

Publicado em 27 de agosto de 2021 às 08h08.

Última atualização em 27 de agosto de 2021 às 08h12.

Em transmissão nas suas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro fez um apelo para que a população economize energia. Ao falar sobre a crise hídrica pela qual passa o país, Bolsonaro afirmou que o país está no "limite do limite" e pediu para que seus espectadores apagassem um ponto de luz em sua casa.

"Já estamos na casa de 10, 15% de armazenamento em grande parte das represas. Estamos no limite do limite. Algumas vão deixar de funcionar se essa crise hidrológica continuar existindo", disse Bolsonaro.

"Tenho certeza que você pode apagar um ponto de luz agora. Peço esse favor: apague um ponto de luz. Ajude, assim está ajudando a economizar água das hidrelétricas", pediu o presidente.

A críse hídrica se agravou nas últimas semanas com a persistência da seca em diversas regiões do país. Entretanto, até agora, o governo vinha resistindo a fazer um apelo mais claro de racionamento de energia. Nesta quarta-feira, o governo já anunciou medidas de incentivo à economia de energia por famílias, empresas e por órgãos federais.

Bolsonaro afirmou ainda que está estúdando a possibilidade de que governadores abram mão da cobrança de ICMS sobre a bandeira vermelha cobradas nas contas de luz.

— Quando a gente decreta uma bandeira vermelha, não é maldade, é porque precisa pagar outra fonte geradora da energia (termoelétrica). Estamos conversando também com o ministro Bento (Albuquerque), com governadores, porque quando decreta uma bandeira, infelizmente o ICMS incide dentro da bandeira — disse.

Toda semana tem um novo episódio do podcast EXAME Política. Disponível abaixo ou nas plataformas de áudio SpotifyDeezerGoogle Podcasts e Apple podcasts
Acompanhe tudo sobre:Crise da ÁguaEnergia elétricaInflaçãoJair Bolsonaro

Mais de Economia

Qual é a diferença entre bloqueio e contingenciamento de recursos do Orçamento? Entenda

Haddad anuncia corte de R$ 15 bilhões no Orçamento de 2024 para cumprir arcabouço e meta fiscal

Fazenda mantém projeção do PIB de 2024 em 2,5%; expectativa para inflação sobe para 3,9%

Mais na Exame