Economia

Ativos do Sicoob crescem 25% e encerram 2023 em R$ 298,4 bilhões

No primeiro trimestre de 2024, esse valor já voltou a aumentar e totaliza R$ 313,1 bilhões

Agência do Sicoob: cooperativa registrou resultado recorde R$ 8,4 bilhões em 2023, um aumento de 16,4% em comparação ao ano anterior (Divulgação/Divulgação)

Agência do Sicoob: cooperativa registrou resultado recorde R$ 8,4 bilhões em 2023, um aumento de 16,4% em comparação ao ano anterior (Divulgação/Divulgação)

Antonio Temóteo
Antonio Temóteo

Repórter especial de Macroeconomia

Publicado em 21 de maio de 2024 às 14h43.

Última atualização em 21 de maio de 2024 às 14h55.

Após registrar um crescimento de 25% e totalizar R$ 298,4 bilhões em ativos em 2023, o Sicoob encerrou o primeiro trimestre de 2024 com R$ 313,1 bilhões. A cooperativa terminou o ano passado com 8 milhões de cooperados, uma carteira de crédito total de R$ 168 bilhões, com R$ 80,7 bilhões destinados exclusivamente para empresas. Já o saldo da carteira de crédito rural representa 25% dos financiamentos.

“Os números refletem um crescente entendimento da população de que o cooperativismo financeiro e o Sicoob, como parte integrante desse modelo de negócio, vão além da mera escolha financeira; representam uma alternativa saudável, sustentável e segura para toda a sociedade”, afirmou Francisco Silvio Reposse Júnior, diretor Comercial e de Canais do Sicoob.

Enquanto os bancos tradicionais têm fechado agências e as fintechs investem em atendimento 100% digital, o Sicoob mantém um ritmo agressivo de abertura de agências. Com mais de 4,6 mil pontos de atendimento, a cooperativa de crédito ocupa a primeira colocação entre as instituições financeiras com maior número de pontos de atendimento no Brasil.

Sobras crescentes

Como mostrou a EXAME, o Sicoob registrou resultado recorde R$ 8,4 bilhões em 2023, um aumento de 16,4% em comparação ao ano anterior. No cooperativismo de crédito não há lucro. Há sobras. E parte desses valores será distribuída aos cooperados após a conclusão de processo de auditoria que determinará o montante a ser repartido.

O resultado de 2023 se soma aos mais de R$ 25,7 bilhões de economia comparativa de juros, tarifas e taxas propiciada pelo Sicoob aos seus usuários no mesmo período, além dos mais de R$ 4,2 bilhões de excedentes acumulados.

Acompanhe tudo sobre:Cooperativas

Mais de Economia

Marco dos seguros avança no Senado e segue para o plenário da Casa

Pistas de Lula sobre perfil do próximo presidente do BC assustam banqueiros e gestores

Brasil poderá ser exportador de SAF para África e América do Sul, diz ministro de Aeroportos

Petrobras faz acordo com União e impacto no lucro será de R$ 11 bilhões

Mais na Exame