Economia

As 20 cidades com as maiores economias do Brasil

A participação de São Paulo no Produto Interno Bruto (PIB) do país voltou a crescer, de acordo com dados divulgados pelo IBGE

São Paulo responde por 10,9% do PIB do Brasil (Giulio Andreini/Getty Images)

São Paulo responde por 10,9% do PIB do Brasil (Giulio Andreini/Getty Images)

João Pedro Caleiro

João Pedro Caleiro

Publicado em 17 de dezembro de 2017 às 08h00.

Última atualização em 17 de dezembro de 2017 às 08h00.

São Paulo - A participação de São Paulo no Produto Interno Bruto (PIB) do país voltou a crescer.

A cidade respondia por 11,6% da economia nacional em 2010, mas a taxa foi caindo até chegar a 10,8% em 2014. Em 2015, subiu para 10,9%.

Os dados foram divulgados na última quinta-feira (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O segundo lugar, o Rio de Janeiro, também teve alta de participação de 5,2% em 2014 para 5,3% em 2015.

Mas de forma geral, as capitais estaduais estão perdendo participação no PIB nacional no longo prazo: elas foram responsáveis por 33,1% do PIB em 2015, ante 36,1% em 2002.

Os principais destaques entre as reduções no período foram Recife (queda de 8,8 pontos percentuais); seguido de Belém (-7,9 pontos percentuais) e Vitória (-7,4 pontos percentuais).

Mas o tamanho do PIB não significa nada automaticamente em termos de riqueza. São Paulo tem o maior PIB, mas também tem de longe a maior população.

Outro caso a ser citado é o de Manaus, que conta com isenções fiscais que estimulam a produção, mas cujos benefícios não fluem diretamente para uma boa parte da população.

“A Zona Franca aumenta o PIB per capita, mas não a renda per capita. Quem se apropriou disso não é quem está lá; foi apropriado mais pelo capital do que pelos trabalhadores”, disse recentemente Angelo José Mont’Alverne Duarte, subsecretário do Ministério da Fazenda, em evento em São Paulo. 

Veja quais são as 20 cidades brasileiras com a maior economia e qual é a sua participação no total nacional:

PIBParticipação
1São Paulo (SP)650,5 bilhões10,85%
2Rio de Janeiro (RJ)320,7 bilhões5,35%
3Brasília (DF)215,6 bilhões3,60%
4Belo Horizonte (MG)87,3 bilhões1,46%
5Curitiba (PR)83,8 bilhões1,40%
6Porto Alegre (RS)68,1 bilhões1,14%
7Manaus (AM)67 bilhões1,12%
8Osasco (SP)65,8 bilhões1,10%
9Salvador (BA)57,8 bilhões0,97%
10Fortaleza (CE)57,2 bilhões0,95%
11Campinas (SP)56,4 bilhões0,94%
12Gaurulhos (SP)52,2 bilhões0,87%
13Recife (PE)48 bilhões0,80%
14Barueri (SP)47,8 bilhões0,80%
15Goiânia (GO)46,6 bilhões0,78%
16São Bernardo do Campo (SP)42,7 bilhões0,71%
17Jundiaí (SP)39,7 bilhões0,66%
18São José dos Campos (SP)36,4 bilhões0,61%
19Duque de Caxias (RJ)35,1 bilhões0,59%
20Campos de Goytacazes (RJ)34,2 bilhões0,57%

 

Acompanhe tudo sobre:cidades-brasileirasPIBPIB do Brasilsao-paulo

Mais de Economia

Novos dados aumentam confiança do Fed em desaceleração da inflação, diz Powell

Lula pede solução de contradições de europeus para acordo com Mercosul

Crescimento econômico da China desaponta e pressiona Xi Jinping

Prévia do PIB: IBC-Br sobe 0,25% em maio, após estabilidade em abril

Mais na Exame