Com juros altos, investidores ficam atentos à nova dinâmica do mercado

"A alta generalizada em diversos itens fez com que a população revisse os seus gastos e a renda da maioria não acompanhou a trajetória de alta de preços"
 (M2K7/Thinkstock)
(M2K7/Thinkstock)
Por Panorama EconômicoPublicado em 28/12/2021 09:42 | Última atualização em 28/12/2021 09:42Tempo de Leitura: 4 min de leitura

O ano de 2021 está sendo mais turbulento do que esperávamos. 2020 deixou sequelas profundas na economia, política e sobretudo, retirou milhares de vidas. Acreditávamos, de uma forma individual, que 2021 seria diferente e a dinâmica da pandemia acabaria rapidamente. Tínhamos um sentimento positivo, mas com ressalvas.

Tais "ressalvas" aconteceram e a principal delas é o efeito inflacionário que vivemos. A alta generalizada em diversos itens fez com que a população revisse os seus gastos e, infelizmente, a renda da maioria não acompanhou a trajetória de alta de preços.

Conclusão: uma política mais contracionista precisou entrar em vigor. Vimos a taxa de juros mais do que triplicar em prazo de meses. Paralelamente a isso, nossa moeda se depreciou em relação ao dólar e somos um país emergente que é um dos últimos em termos de desvalorização cambial.

Diante de todos esses fatos, ainda convivemos com um cenário agitado, onde a política vem impactando a economia com suas decisões sobre gastos, a fim de auxiliar a população com menor renda. De um lado, sentimos que é a "coisa certa" a se fazer, uma vez que a pandemia afetou as classes mais baixas, mas de outro, temos a sensação de que a economia está dando vários passos para trás.

O investidor, ao observar o cenário macroeconômico, começa a ficar confuso e se depara com possíveis dificuldades para montar a estratégia mais adequada. Pensando nisso, existem alguns pontos que acreditamos serem essenciais para passar por essa etapa turbulenta de forma mais tranquila. Vamos a eles:

Tenha uma carteira diversificada Já ouviu a frase: "A diversificação é o único almoço grátis"? Pois é verdade. Ter uma estratégia diversificada te faz aproveitar momentos de alta e baixa do mercado, uma vez que a sua carteira não caminha em uma única direção.

Adotar uma estratégia exagerada, no sentido de unicamente investir em um ativo, classe ou categoria pode custar muito caro, principalmente nos tempos de hoje.

Tenha investimentos atrelados a moedas diferentes do real

Já ficou claro que a nossa economia é afetada de forma mais contundente do que a americana, por exemplo. Por que não abrir o leque de opções, também em diferentes moedas?

Temos o dólar como um "porto seguro" se comparado ao Brasil, uma vez que historicamente falando, o desempenho da moeda tende a ser contrário ao da bolsa brasileira. Dólar sobe, representando uma aversão ao risco de mercado. Foi o que aconteceu em grande parte do ano. Evoluindo nesse pensamento, não é errado pensarmos também em ter exposições a empresas mundiais além das brasileiras.

Tenha uma parcela dos seus recursos em caixa

Utilize um percentual do seu patrimônio em caixa. Aplicações de renda fixa de curto prazo, liquidez imediata e risco baixo. Seja o Tesouro Selic, fundos DI, CDBs de liquidez diária e entre outros.

Nos momentos de queda, você poderá aportar com tranquilidade pois cumpriu muito bem os passos acima. Comprar ativos de bolsa é uma excelente estratégia, a preços descontados é melhor ainda.

Tenha visão de longo prazo

Parece clichê, mas a visão de longo prazo é um ponto crucial que te ajudará a ter bons retornos. Quando o investidor está em um momento de mercado turbulento, é possível que ele somente analise os preços e se distancie dos fundamentos.

Quando compramos uma ação, olhando somente o preço, acreditamos inconscientemente que não fizemos um bom negócio. Por que? Porque logo em seguida, o papel se desvalorizou centavos e ficamos pensando o porquê de não ter entrado nesta hora.

A sua carteira é um resultado de pequenas decisões. Portanto, quanto mais imediatistas forem, lá na frente, possivelmente o resultado será afetado.

Investimentos em aplicações financeiras requerem um método e juntamente dele, pequenas atividades que garantirão maior êxito no resultado final.

Nesse momento, é interessante ter um acompanhamento de um profissional que visualize os seus investimentos de forma mais independente (como um consultor) e alinhar todo o conhecimento do mercado para tomar a melhor decisão. Não existe a melhor estratégia, e sim a mais adequada.

Sobre o autor

A Strati é uma consultoria de investimentos independente vinculada à CVM e com experiência no mercado financeiro.