Ciência

Vacina da Moderna contra covid-19 tem quase US$ 1 bi de investimento

As ações da Moderna subiram 9% após uma segunda rodada de investimentos dos Estados Unidos no domingo

Moderna: novos testes começam nesta segunda-feira (iStock/Getty Images)

Moderna: novos testes começam nesta segunda-feira (iStock/Getty Images)

Tamires Vitorio

Tamires Vitorio

Publicado em 27 de julho de 2020 às 11h04.

O anúncio de que a última fase de testes clínicos da vacina da farmacêutica americana Moderna começaria nesta segunda-feira, 27, trouxe bons resultados para a empresa.

As ações da empresa subiram 9% após uma segunda rodada de investimentos dos Estados Unidos no domingo, quando a Autoridade Biomédica de Pesquisa e Desenvolvimento Avançado (BARDA, na sigla em inglês) anunciou mais 472 milhões voltados para a proteção desenvolvida pela companhia. Agora, o fundo que financia a vacina já está perto da casa do bilhão, com 955 milhões de dólares.

A vacina da companhia, que foi a primeira a realizar testes em humanos desde o início da pandemia, agora será testada em 30.000 pessoas em 87 localidades diferentes nos Estados Unidos. O período de testagens deve durar até 27 de outubro deste ano.

Uma pesquisa aponta que as chances de prováveis candidatas para uma vacina dar certo é de 6 a cada 100 e a produção pode levar até 11 anos. Para a covid-19, as farmacêuticas e companhias em geral estão literalmente correndo atrás de uma solução rápida.

Acompanhe tudo sobre:CoronavírusDoençasvacina contra coronavírusVacinas

Mais de Ciência

Colisão de asteroides é flagrada pelo telescópio James Webb

Componente de protetores solarares encontrado em alimentos gera preocupação nos EUA

Nova promessa de tratamento para Alzheimer avança nos EUA. Como o medicamento funciona?

Por que uma dieta baseada em vegetais nem sempre é saudável?

Mais na Exame