Acompanhe:

Uma proporção visivelmente maior de mulheres do que de homens gostaria de trabalhar, mas não tem emprego, uma disparidade global que quase não mudou, de acordo com um índice que mostra dados desde 2005.

O chamado gap de gênero revelado pelo medidor mostra 15% de aspirantes a funcionárias do sexo feminino nessa categoria, em comparação com 10,5% para os colegas do sexo masculino, de acordo com relatório divulgado pela Organização Internacional do Trabalho nesta segunda-feira.

O déficit é ainda mais exagerado nos salários: as mulheres ganham apenas 51 centavos para cada dólar de renda masculina, escreveram os pesquisadores de Genebra no estudo.

Essa disparidade é pior nos países mais pobres, caindo para 29 centavos de dólar na categoria de renda média-baixa. A contagem nas nações mais ricas é de 58 centavos por dólar ganho pelos homens.

A análise revela diferenças que são mascaradas por medidas convencionais de desemprego, que normalmente incluem apenas pessoas que procuraram trabalho recentemente e com disponibilidade para ocupar um emprego. Essa categorização exclui muitas mulheres desproporcionalmente sobrecarregadas por trabalhos de cuidado não remunerados como, por exemplo, cuidados com crianças.

“Os desequilíbrios de gênero no acesso ao emprego e nas condições de trabalho são maiores do que se pensava anteriormente, e o progresso para reduzí-los tem sido decepcionantemente lento nas últimas duas décadas”, afirmou a OIT em um comunicado à imprensa. “Os novos dados mostram que as mulheres ainda têm muito mais dificuldade em encontrar um emprego do que os homens.”

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Tecnologia israelense identifica água contaminada por indústria farmacêutica
ESG

Tecnologia israelense identifica água contaminada por indústria farmacêutica

Há um dia

Tarcísio, Caiado, Zema e Ratinho têm aprovação superior à de Lula em seus estados, diz Quaest
Brasil

Tarcísio, Caiado, Zema e Ratinho têm aprovação superior à de Lula em seus estados, diz Quaest

Há 6 dias

Pesquisas nos oceanos podem gerar tratamentos para tumor e leishmaniose
ESG

Pesquisas nos oceanos podem gerar tratamentos para tumor e leishmaniose

Há uma semana

Nasa promove pesquisa espacial para combate ao câncer
Mundo

Nasa promove pesquisa espacial para combate ao câncer

Há 3 semanas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais