Casual
Acompanhe:

Quem é Colleen Hoover, uma das autoras mais vendidas no país e sucesso no TikTok

Em uma década, Hoover publicou quase 30 livros que variam entre romances, thrillers e romances paranormais

A autora americana Colleen Hoover: mais de 3,2 bilhões de menções no TikTok (Wikimedia Commons/Wikimedia Commons)

A autora americana Colleen Hoover: mais de 3,2 bilhões de menções no TikTok (Wikimedia Commons/Wikimedia Commons)

J
Julia Storch

5 de janeiro de 2023, 15h28

Dentre os livros e e-books mais vendidos na Black Friday do ano passado na Amazon, aparece em primeiro lugar o álbum de figurinhas da Copa Do Mundo Qatar 2022 e em seguida o título É assim que começa, de Colleen Hoover. Um crescimento da autora americana no mercado nacional, visto que em 2021, a autora ficou na 19ª posição no site da Amazon brasileira entre os mais vendidos do ano. No TikTok Hoover conta com 1,1 milhão de seguidores e os vídeos com sua hashtag têm mais de 3,2 bilhões de visualizações. Fora das redes sociais, suas publicações já ficaram mais de 120 semanas na lista dos mais vendidos do New York Times nos últimos dez anos.

Segundo o site da Amazon, o título É Assim que Acaba, lançado em 2018, foi "considerado o livro do ano, que virou febre no TikTok e sozinho já acumulou mais de 1 milhão de exemplares vendidos no Brasil".

O título é apenas um dos quase 30 escritos por Hoover ao longo de dez anos.

A trajetória de Hoover começou em 2012, aos 32 anos, quando escreveu Métrica, o primeiro livro da trilogia Slammed, sobre a história de uma adolescente em luto pelo pai. Sem tentar contato com editoras, a primeira publicação da americana aconteceu através da Amazon, e acabou sendo um sucesso de audiência.

LEIA TAMBÉM: Resenhas de livros no TikTok mudam relação entre fãs e editoras

“Não foi até os 31 anos, quando comecei a escrever por diversão, que isso realmente se transformou em algo", disse em entrevista ao site Glamour americano.

Mais do que sorte, em entrevista à revista Elle, Hoover diz que foi ingênua sobre a indústria editorial. “Eu realmente pensei, 'Ok, apenas as pessoas que eu quero ler isso vão ler.' [Eu] não tinha ideia de que havia comunidades de livros se formando por aí e online.”

Um dos impulsionadores dos livros de Hoover na década de 2010 foram os blogueiros com seus sites próprios sobre diversos temas, incluindo literários. Com o tempo, estes produtores de conteúdo se tornaram influenciadores nas redes sociais, com uma audiência ainda maior.

Métrica se tornou um best-seller do New York Times, e Hoover se sentiu motivada a continuar escrevendo romances.

LEIA TAMBÉM:

Elena Ferrante lança novo livro e adaptação para a Netflix

Livro mais misterioso do mundo faz sucesso na internet – e já está à venda no Brasil

Em uma década, Hoover publicou quase 30 livros que variam entre romances, thrillers e romances paranormais.

Outros fatores que impulsionaram o sucesso de Hoover são os personagens e o público-alvo, que tem idades parecidas. Em 2012, o TikTok ainda não havia sido criado, mas dez anos mais tarde, a rede social ajudou a reviver o trabalho da autora. Na rede social, mais de 40% dos usuários têm entre 16 e 24 anos. Por lá, a escritora posta vídeos respondendo perguntas de seus seguidores, mostrando partes de sua rotina e família.

Celebridades como Hailey Bieber e Kylie Jenner estão na lista de fãs da autora, que juntas, somam mais de 427 milhões de seguidores no Instagram.

Hoover reconhece que seu sucesso aconteceu por conta dos leitores. "Qualquer sucesso meu que veio do TikTok não veio de mim, veio dos leitores que fizeram vídeos sobre meus livros e os compartilharam no aplicativo", disse ao site Glamour.

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.