Pensando em sair do seu trabalho atual? Considere estes quatro sinais

Se você está começando a pensar que está pronto para um novo trabalho ou função, saiba o que considerar

Com o passar dos (inúmeros) meses da pandemia da covid-19, muitas pessoas passaram a refletir sobre suas carreiras. Por um lado, muitos profissionais perderam seus empregos ou tiveram que repensar seus objetivos por causa das influências da pandemia em seu trabalho. Por outro lado, o trabalho passou a ocupar um papel ainda mais importante em nossas vidas, já que ele foi uma das poucas coisas que ainda podemos fazer durante a pandemia.

Ao longo deste último ano, algumas pessoas se tornaram ainda mais comprometidas com seus empregos e carreiras. Mas muitas outras ainda estão se questionando: "Por quanto tempo devo permanecer no meu emprego atual?". Art Markman, professor e PhD em psicologia e marketing da Universidade do Texas, reuniu quatro sinais de que é hora de pensar em aceitar um novo emprego (ou até uma nova função em sua empresa atual).

Valores e contribuições

Sua satisfação com o trabalho depende muito do que são seus valores essenciais. Uma pesquisa explorou os principais valores que as pessoas acreditam e defendem, que são impulsionados por fatores culturais e também por experiências individuais. "Seus valores influenciam o que você considera satisfatório no trabalho. Por exemplo, se você valoriza realizações, então se foque em progredir no trabalho e aproveite as oportunidades de demonstrar suas habilidades. Porém, se você valoriza a bondade, pode preferir contribuir para o bem-estar das pessoas ao seu redor por meio do trabalho. Ser reconhecido por seu sucesso pode ser menos importante", afirma Art.

Para o especialista, vale a pena pensar sobre a relação entre o que você está trabalhando e seus valores mais amplos de vez em quando. Por um lado, suas funções no trabalho podem mudar com o tempo, de forma que seus valores possam ficar desalinhados de seu trabalho. Por outro lado, seus valores mudam ao longo de sua vida, de modo que um trabalho que foi perfeito para você em um momento pode não ser mais adequado hoje. Em seu livro Bring Your Brain to Work, Art relata inúmeras histórias de pessoas cujos valores mudaram ao longo do tempo, como um homem que largou o emprego de advogado de sucesso para dirigir uma organização sem fins lucrativos, porque queria expressar seu valor de bondade ao passar dos anos.

Aprendizagem e crescimento

Mesmo que a linha de trabalho em que você está se encaixe perfeitamente em seus valores, você ainda pode se sentir estagnado. "Muitas pesquisas exploraram os benefícios de ter uma mentalidade construtiva no trabalho, na qual você acredita que pode aprender tudo o que precisa para ter sucesso. Uma desvantagem dessa mentalidade construtiva, porém, é que, se seu trabalho se tornar uma rotina, você não se sentirá realizado", explica Art.

"Quando você perceber que há poucas coisas novas que pode aprender para fazer seu trabalho atual, é um sinal importante de que você deve começar a procurar por uma nova posição ou função -- mesmo que seja na empresa em que trabalha agora. Além de trabalhar com os supervisores para desenvolver a próxima oportunidade, pense nas opções de educação continuada que podem permitir que você aprimore novas habilidades que o ajudarão no próximo desafio que você assumir". Art reforça que atualmente, além das muitas escolas que oferecem programas de certificação, existem inúmeros cursos, tanto pagos quanto gratuitos, na internet.

O desafio ideal

Parte do que mantém o trabalho empolgante é trabalhar em uma área que seja de sua competência. Ou seja, há certas coisas que você sabe fazer tão bem que pode fazê-las sem ao menos pensar. Sempre haverá algumas atividades monótonas que fazem parte da jornada de trabalho. Isso é inevitável.

Mas as melhores experiências de trabalho induzem um estado de "fluxo", no qual você fica completamente imerso nas tarefas que tem pela frente. Para conseguir essa imersão, você precisa trabalhar bem no limite de sua capacidade. Se a tarefa for muito fácil, é fácil ficar ciente do que está ao seu redor. Se a tarefa for muito difícil, você fica frustrado e não consegue se envolver profundamente com a situação.

"Um trabalho que não oferece oportunidades de fluxo pode levar a longos dias em que você presta muita atenção à passagem do tempo. Se seus dias parecem longos, esse é um sinal para avaliar se outra função pode ser mais adequada para o seu nível de habilidade", afirma Art.

Aprendizagens da pandemia

A maior parte das pessoas que realmente querem deixar seus empregos já sabem disso. Elas podem, simplesmente, não terem encontrado energia suficiente para começar a procurar novas vagas -- seja dentro de sua empresa atual ou em outro lugar. Uma rotina diária pode criar muita inércia. Além disso, as pessoas ficam ansiosas com o desconhecido e, portanto, assumir um novo papel pode ser assustador.

"Nas entrevistas que fiz para Bring Your Brain to Work, descobri que muitas pessoas finalmente fizeram ajustes significativos em sua carreira depois de sofrer uma tragédia pessoal, como uma doença significativa ou a morte de um ente querido. Essas experiências os levaram a reavaliar o que é importante em suas vidas", conta Art.

"Todos nós vivemos um ano extraordinariamente difícil que nos levou a pensar sobre o que é importante. Use essa experiência para se perguntar quais aspectos de sua vida agora você deseja manter após a covid-19. Se você está insatisfeito com o papel que desempenha no trabalho agora, use a energia que ainda há para mudar de emprego quando sairmos da pandemia", conclui.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.