Após 20 anos, Catho torna plataforma gratuita para quem busca emprego 

Fernando Morette, CEO da Catho, vê recuperação nas vagas de emprego nesse final de ano
Recrutamento: agora qualquer pessoa pode se cadastrar na Catho sem precisar colocar seus dados de pagamento (Visual Generation/Getty Images)
Recrutamento: agora qualquer pessoa pode se cadastrar na Catho sem precisar colocar seus dados de pagamento (Visual Generation/Getty Images)
L
Luísa GranatoPublicado em 08/11/2021 às 10:39.

A Catho, plataforma que conecta empresas e candidatos, anunciou nesta segunda-feira, 8, que passará a oferecer gratuidade para quem usa o site para se candidatar a vagas de emprego. 

Já imaginou ter acesso a todos os materiais gratuitos da EXAME para investimentos, educação e desenvolvimento pessoal? Agora você pode: confira nossa página de conteúdos gratuitos para baixar. 

Antes, os usuários tinham que pagar mensalidade após 30 dias de uso. A mudança no modelo de negócio vai permitir que todos os cadastrados na plataforma busquem oportunidades e enviem seus currículos sem cobrança. 

Segundo Fernando Morette, CEO da Catho, embora o modelo anterior tenha sido um sucesso por mais de 20 anos da história do negócio pioneiro no setor de recrutamento, a mudança reflete a ambição da empresa para o futuro.  

“A nossa missão é mudar a vida das pessoas através do trabalho. Ao olhar para essa missão, queremos amplificar nosso alcance e ter um impacto mais relevante na vida das pessoas”, diz. 

Com a mudança, qualquer pessoa poderá se cadastrar na plataforma e se candidatar sem ter que colocar dados de pagamento. Essa alteração é significativa para a parte da população que não possui conta em banco ou cartão de crédito. 

Já quem contratar o plano profissional terá a vantagem de destacar seu currículo nos processos seletivos para os recrutadores. 

A empresa também oferece um portfólio de produtos para ajudar o candidato ao longo de um processo de vaga. “Desde a parte de encontrar uma posição até fazer as entrevistas. Também ajudamos a escrever currículo e fazer a simulação de entrevista de emprego”, diz o CEO. 

E ele acredita que a tendência do mercado de recrutamento é intensificar a oferta de soluções digitais.

Com a pandemia, os processos de contratação se digitalizaram rapidamente, e é possível que muitas das etapas da busca de emprego, como o cadastro de currículo e a triagem de candidatos, continue acontecendo online. 

“Nossa perspectiva é de que as vagas passam a ser mais online, o que já vinha acontecendo. É uma mudança esperada do mercado. Assim como a crescente automatização do processo seletivo”, comenta. 

Como buscar emprego ainda em 2021

Nos últimos 8 anos, a Catho teve uma média anual de 1,5 milhão de vagas anunciadas. E até outubro de 2021, foram cerca de 1,3 milhão de vagas na plataforma. “Muitas dessas vagas não estão disponíveis em outro lugar, pois 33% dos recrutadores dizem publicar suas oportunidades com exclusividade na Catho”, diz 

Morette vê que o mercado de trabalho está aquecendo, com mais vagas sendo ofertadas do que no período antes da pandemia. 

De 2019 para 2021, o número de vagas cresceu 8,7% ao comparar o acumulado de janeiro a outubro de cada ano. No entanto, ao considerar apenas outubro, há um aumento de 52% em relação a 2019. 

Para o CEO, esse é o momento para organizar sua candidatura e ir atrás de uma nova oportunidade de emprego. 

“Vejo nesse momento alguma recuperação. Na véspera da virada do ano e em janeiro, o volume de buscas por vagas cresce. Então a primeira dica que dou é fazer seu registro em novembro ou dezembro para entender como o serviço funciona e deixar seu currículo pronto”, diz. 

Além do preparo do currículo, o executivo também recomenda que os candidatos já façam os testes disponíveis na plataforma.   

“Os recrutadores têm acesso a esses candidatos que já realizam os testes e muitos preferem já selecionar dentro desse grupo pré-avaliado para agilizar o processo”, explica.