Um conteúdo Bússola

Copa do Mundo vira tema para doações a escolas rurais na Bahia

Iniciativa da Fundação Norberto Odebrecht convoca sociedade a fazer "Um Gol de Placa pela Educação"
Além de apoiar, é possível declarar o valor no imposto de renda (Bussola/Divulgação)
Além de apoiar, é possível declarar o valor no imposto de renda (Bussola/Divulgação)
B
BússolaPublicado em 29/09/2022 às 19:00.

O clima de união, alegria e superação que motiva os brasileiros em época de Copa do Mundo também pode ser mobilizado para fazer o bem. Este é o mote que orienta a 18ª edição do Tributo ao Futuro, campanha beneficente realizada pela Fundação Norberto Odebrecht para arrecadar doações para escolas da zona

As três instituições apoiadas formam filhos de agricultores familiares em cursos técnicos profissionalizantes integrados ao Ensino Médio.

Fazem parte a Casa Familiar Agroflorestal (CFAF), a Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CFR-PTN) e a Casa Familiar Rural de Igrapiúna (CFR-I). A formação dada pelas escolas aos alunos é totalmente gratuita. Por isso, elas dependem do apoio de doadores e empresas para seguir beneficiando jovens e adolescentes.

Ana Mirela Silva é uma das estudantes beneficiadas. A adolescente de 16 anos não sabia que profissão queria seguir. Mas após ouvir de uma colega que na zona rural não teria futuro, decidiu mostrar ser possível ficar no campo com dignidade, vivendo da agricultura como seus pais. Agora, ela conta com a Casa Familiar Agroflorestal, onde estuda, para alcançar este objetivo. “Estar aqui mudou meu pensamento, já aprendi muito. A Casa permite que o jovem cresça e se torne um empreendedor rural no futuro”, diz.

É possível doar qualquer valor pelo site. Além de contribuir com a formação dos adolescentes, principal objetivo da campanha, o doador poderá obter um benefício fiscal: se declarar o Imposto de Renda no formulário completo, é possível abater o montante doado na Declaração Anual do ano que vem, diminuindo o imposto a pagar ou aumentando a restituição em 2023. Para ter o benefício, a doação não deve ultrapassar o limite de até 6% do imposto devido pelo contribuinte. Clique aqui e descubra o quanto você pode doar.

Os recursos arrecadados pelo Tributo ao Futuro vão para os Fundos Municipais da Criança e do Adolescente (FIA) das cidades onde estão as escolas que realizam os projetos: Igrapiúna, Nilo Peçanha e Presidente Tancredo Neves, no Baixo Sul baiano. As três unidades de ensino apoiadas são reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC) e pela Secretaria de Educação da Bahia.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

As empresas mais sustentáveis e mais rentáveis são as mais diversas

ESG: Os brasileiros e a desigualdade

Minidocumentário retrata impacto social de olimpíada brasileira de tecnologia