Um conteúdo Bússola

Como Dafiti, Tok&Stok e Marisa cresceram com live commerce

Resultados dos clientes do ecossistema Haus que utilizaram as transmissões ao vivo para ampliar suas vendas mostram eficácia no novo formato de vendas
Live commerce, formato inovador de vendas online que integra transmissões ao vivo com o e-commerce tem se acelerado no mundo todo (Instagram/Divulgação)
Live commerce, formato inovador de vendas online que integra transmissões ao vivo com o e-commerce tem se acelerado no mundo todo (Instagram/Divulgação)
Por BússolaPublicado em 09/02/2022 16:43 | Última atualização em 09/02/2022 17:38Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Por Bússola

A pandemia provocou movimentos em vários setores e que vão continuar nos próximos anos. Um deles é a live commerce, que ganhou mais maturidade ao longo de 2021. Marcas como a Dafiti, Tok&Stok, Marisa adotaram o novo modelo gerando bons resultados, especialmente durante a Black Friday. E esse foi um indicador sobre o potencial de um mercado promissor para este ano.

A live commerce, formato inovador de vendas online que integra transmissões ao vivo com o e-commerce, criada na China, tem se acelerado no mundo todo. De olho nessa tendência, já em 2020, a Haus, do grupo Stefanini, criou a solução de live commerce integrada às principais plataformas de e-commerce do mercado para as marcas venderem pelo novo formato, sem precisar criar mais um canal de venda.

A plataforma de e-commerce Dafiti, focada em roupas infantis, calçados, roupas esportivas e moda feminina, por exemplo, realizou quatro lives na última Black Friday e atingiu uma frequência bastante consistente. Antes, entre os meses de setembro e novembro, foram 12 transmissões valendo como um "esquenta" para a famosa última sexta-feira de novembro.

Em termos de resultados, a marca viu crescer em 90% o envolvimento do público ao longo de 2021, refletindo especialmente nas metas de vendas atribuídas às lives e cupons utilizados nas mesmas, que cresceram em mais de 72% no período.

“As lives oferecem um valor agregado à experiência de compra e cada categoria de produto ou serviço tem uma necessidade particular para impulsionar a conversão”, afirma Bruna Rodrigues, diretora de operações da Brooke, produtora de conteúdo digital, que integra o grupo Stefanini.

O setor de móveis e home decor também aderiu bem ao sistema de lives durante o final de novembro. No caso da Tok&Stok, o atrativo foi com uma figura já conhecida, o arquiteto e consultor de experiência e consumo da marca, Maurício Arruda. O impulsionamento via canais de vendas deu um super-resultado na estratégia de negócios, que contou com promoções agressivas.

Já a Marisa inaugurou a solução de live commerce inserida diretamente pela primeira vez no próprio aplicativo da marca. E o resultado foi expressivo, pois estava tudo integrado. Os clientes não precisavam passar pela URL do site e recebiam as notificações direto no ambiente digital da marca, com pagamento direcionado dentro da própria plataforma.

Outro feito que mostrou bons resultados foi o caso da cantora Paola Santana, dona da marca que leva seu nome e comercializa moda exclusiva para mulheres evangélicas.

Segundo o CIO da Haus e CEO da Huia, Alessandro Cauduro, com o formato ganhando cada vez mais adeptos e as marcas perdendo o medo em usar esse sistema que fala direto com o consumidor, os resultados ganharam força e agregaram valor ao mix de vendas dos lojistas.

“Por meio do ecossistema Haus, podemos apoiar os clientes neste formato inovador de maneira full service, desde a plataforma ao vivo de vendas até a criação de estratégias de conteúdo e campanhas, além de treinar o time do cliente para otimizar os resultados”, declara Cauduro.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedInTwitter | Facebook | Youtube