Bússola
Um conteúdo Bússola

Bússola Cultural: Tiê, Rael e 14 Bis no festival de 150 anos de Campos do Jordão

Festival “Arte no Outono” retorna para uma edição especial, comemorando o aniversário da cidade. Veja a agenda cultural de SP

Programação tem grandes nomes, como a cantora Tiê.      (Tiê/Reprodução)

Programação tem grandes nomes, como a cantora Tiê. (Tiê/Reprodução)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 26 de abril de 2024 às 10h00.

Última atualização em 26 de abril de 2024 às 12h55.

Tudo sobreBússola Cultural
Saiba mais

150 anos de Campos do Jordão com Festival

  • Quando? 26 de abril a 19 de maio.
  • Onde? Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro, na Av. Dr. Luis Arrobas Martins, 1880, Alto Boa Vista - Campos do Jordão.

O Festival “Arte no Outono” está de volta a Campos do Jordão (SP) para uma edição especial e comemorativa aos 150 anos de Campos do Jordão, 120 anos de Felícia Leirner e 45 anos do Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro. Essa, que é a terceira edição do evento, foi chamada “A Trilha dos Campos”.

A programação está repleta de grandes artistas. Nomes como Fafá de Belém, Tiê, Rael e as bandas Lagum e 14 Bis são exemplos dessa diversidade de talentos.

Concerto Música para Anoitecer tem músicos da Orquestra do TSP. (Divulgação/Divulgação)

Música de Câmara: Música para Anoitecer

  • Quando? Apresentação única em 28 de abril (domingo), às 17h.
  • Onde? Theatro São Pedro, na R. Barra Funda, 171 - São Paulo.

O Theatro São Pedro apresenta, na temporada de música de câmara, o concerto Música para Anoitecer, com músicos da sua Orquestra. Serão apresentadas obras de Philippe Gaubert, Igor Stravinsky, Heitor Villa-Lobos, Luca Raele e Osvaldo Golijov.

Coro da Orquestra Sinfônica de São Paulo (Osesp). (Divulgação/Divulgação)

Coro na capital

  • Quando? 25, 26 e 27 de abril, sempre às 15h30. 
  • Onde? Fábricas de Cultura Itaim Paulista, Sapopemba e Cidade Tiradentes.

O Coro da Orquestra Sinfônica de São Paulo (Osesp), sob regência de William Coelho, realiza concertos a cappella gratuitos em espaços da cidade.

Serão apresentadas composições de Morten Lauridsen, Antonio Lotti, Claude Debussy, Astor Piazzolla, Heitor Villa-Lobos, Ronaldo Miranda, entre outros.

  • Entrada gratuita. 
  • Os ingressos serão distribuídos 1h antes de cada programa, na bilheteria das Fábricas.

Fábrica de Cultura Jardim São Luís reúne os estilos Hip-Hop Dance e suas variadas vertentes. (Divulgação/Divulgação)

Mostra de dança style

  • Quando? 27 e 28 de abril, de 12h às 17h.
  • Onde? Fábrica de Cultura Jardim São Luís, na R. Antônio Ramos Rosa, 651, Jardim São Luís - São Paulo.

Em comemoração ao Dia Internacional da Dança, A Fábrica de Cultura Jardim São Luís reúne os estilos Hip-Hop Dance e suas variadas vertentes, como urban, krumpology, hip-hop new school, entre outros e com performances temáticas.

O evento vai ocorrer em dois dias. No primeiro, workshops; e no segundo, showcases com grupos da região e do estado.

  • Gratuito com entrada livre.

Mostra visa provocar uma reflexão extensa e contemporânea sobre as artes plásticas. (Divulgação/Divulgação)

“As Vidas da Natureza-Morta”

  • Quando? Terça a domingo, 10h às 17h (permanência até às 18h).
  • Onde? Museu Afro Brasil, no Parque Ibirapuera, Av. Pedro Álvares Cabral, s/n, portão 10 - São Paulo

O Museu Afro Brasil Emanoel Araujo apresenta a exposição “As Vidas da Natureza-Morta”, que possui o objetivo de  provocar uma reflexão extensa e contemporânea sobre as artes plásticas.

Com  mais de 300 obras e entrada grátis, a mostra aborda as  referências de natureza-morta da atualidade. A partir da produção de artistas brasileiros e estrangeiros do século XIX até a atualidade, o curador Claudinei Roberto da Silva partiu do acervo da instituição, contando com obras de outras instituições culturais do país, além de contribuições de artistas e colecionadores.

  • Ingressos: inteira R$ 15, meia entrada R$ 7,50. O ingresso é gratuito às quartas.

Paço das Artes inaugura a exposição “Geografias da ancestralidade”. (Robinho Santana/Reprodução)

Nova mostra no Paço das Artes

  • Quando? De 27 de abril a 30 de junho, das 17h às 21h.
  • Onde? Paço das Artes, na Rua Albuquerque Lins, 1345, Higienópolis - São Paulo.

O Paço das Artes inaugura a exposição “Geografias da ancestralidade”. Com curadoria de Renata Felinto, a mostra busca trazer à superfície obras de 11 artistas afrodescendentes, visando maior reconhecimento e presença em espaços de exposição.

A exposição coletiva reúne obras de arte provenientes de diferentes narrativas de artistas atuantes em diversas regiões do país, que, por motivos sociais, raciais e de classe, têm menos oportunidades em espaços institucionais. As obras originam de diferentes gerações, gêneros e culturas, e trazem temas como ancestralidade, território, afeto, diáspora, dinastia e espiritualidade.

  • Gratuito.

A exposição é da fotógrafa Lola Paola Martins. (Dvulgação/Divulgação)

Últimos dias da mostra fotográfica “Nós Mulheres”

  • Quando? Até 28 de abril, das 9h às 17h.
  • Onde? Galpão das Artes – Rua João Brisotti, 128, Centro - Brodowski.

A exposição da fotógrafa Lola Paola Martins apresenta retratos de mulheres em diferentes fases da vida, tendo obras de Portinari como inspiração. São retratos que retratam suas rotinas no trabalho, cuidando da casa, sendo amamentadas, posando ou mostrando a realidade do dia a dia em suas lutas, glórias, alegrias e tristezas.

  • Gratuito.

Banda Mombojó. (Divulgação/Divulgação)

Show da banda Mombojó em Tatuí

  • Quando? 28 de abril, às 19h.
  • Onde? Teatro Procópio Ferreira, na Rua São Bento, 415, Centro, Tatuí.

Apresentação da aclamada banda Mombojó, referência do movimento pós-mangue beat. O grupo faz o lançamento ao vivo do álbum “Carne de Caju”, já disponível nas plataformas e que tem sido muito bem aceito pela crítica, no qual relê o cancioneiro de Alceu Valença, monumento vivo da música pernambucana. No repertório ainda estarão grandes sucessos do grupo, relembrando as mais de duas décadas de trajetória.

Grupo Flor de Chita apresenta o espetáculo Cores de Tarsila. (Divulgação/Divulgação)

Cores de Tarsila no Teatro Sérgio Cardoso

  • Quando? 28 de abril, às 11 horas.
  • Onde? Teatro Sérgio Cardoso, na R. Rui Barbosa, 153, Bela Vista - São Paulo.

O Grupo Flor de Chita apresenta o espetáculo Cores de Tarsila no Teatro Sérgio Cardoso. Inspirado na vida e obra da renomada artista modernista Tarsila do Amaral, o espetáculo mergulha no universo infantil da pintora, explorando suas principais referências da infância vivida no interior de São Paulo.

Cores de Tarsila encanta o público infantil ao trazer uma narrativa sensível e lúdica, palatável às crianças, que as aproxima da arte brasileira e do folclore nacional. Além disso, aborda temas como laços afetivos, medo, educação respeitosa e criatividade, oferecendo uma experiência enriquecedora para os pequenos espectadores.

  • Gratuito. Retirada de ingressos na bilheteria do teatro uma hora antes do início do espetáculo.

Instituto CPFL em Campinas. (Reprodução/Reprodução)

Instituto CPFL recebe mostra do Museu Catavento

  • Quando? De 8 de maio a 27 de julho, de segunda a sábado, das 9h às 18h – exceto em feriados.
  • Onde? Instituto CPFL, na Rua Jorge Figueiredo Corrêa, 1632, Chácara Primavera - Campinas.

A Galeria do Instituto CPFL vai receber o Museu Catavento Itinerante, uma edição especial de mostra do museu de ciências mais visitado do estado de São Paulo.

A exposição vai apresentar um espaço interativo de cultura, ciência e tecnologia que estimula o visitante a descobrir mais do mundo científico, com intuito de despertar o interesse através de processos cognitivos e de produção de conhecimento. Na programação, estão previstas visitas guiadas, que poderão ser agendadas previamente, assim como oficinas educativas para diferentes faixas etárias, incluindo grupos de estudantes de escolas de Campinas e região. 

  • Gratuito.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Acompanhe tudo sobre:Bússola Cultural

Mais de Bússola

Ex-Alpargatas, Beto Funari mergulha em IA, pets, mentoria de CEOs e lança livro

Rebranding: case Boca Rosa, cada vez menos rosa

Análise do Alon: uma briga combinada?

Pesquisa aponta que 73% dos brasileiros rejeitam imposto seletivo sobre bebidas açucaradas

Mais na Exame