• AALR3 R$ 20,34 1.40
  • AAPL34 R$ 67,96 -2.78
  • ABCB4 R$ 17,36 4.52
  • ABEV3 R$ 14,11 -0.77
  • AERI3 R$ 3,72 -1.59
  • AESB3 R$ 10,75 0.66
  • AGRO3 R$ 30,95 1.08
  • ALPA4 R$ 20,84 -0.48
  • ALSO3 R$ 19,10 -1.29
  • ALUP11 R$ 26,71 1.17
  • AMAR3 R$ 2,45 4.26
  • AMBP3 R$ 30,53 -2.12
  • AMER3 R$ 23,10 0.65
  • AMZO34 R$ 67,45 -0.34
  • ANIM3 R$ 5,50 -0.72
  • ARZZ3 R$ 81,36 -0.60
  • ASAI3 R$ 15,39 -0.06
  • AZUL4 R$ 21,23 0.00
  • B3SA3 R$ 11,82 2.34
  • BBAS3 R$ 35,68 -0.64
  • AALR3 R$ 20,34 1.40
  • AAPL34 R$ 67,96 -2.78
  • ABCB4 R$ 17,36 4.52
  • ABEV3 R$ 14,11 -0.77
  • AERI3 R$ 3,72 -1.59
  • AESB3 R$ 10,75 0.66
  • AGRO3 R$ 30,95 1.08
  • ALPA4 R$ 20,84 -0.48
  • ALSO3 R$ 19,10 -1.29
  • ALUP11 R$ 26,71 1.17
  • AMAR3 R$ 2,45 4.26
  • AMBP3 R$ 30,53 -2.12
  • AMER3 R$ 23,10 0.65
  • AMZO34 R$ 67,45 -0.34
  • ANIM3 R$ 5,50 -0.72
  • ARZZ3 R$ 81,36 -0.60
  • ASAI3 R$ 15,39 -0.06
  • AZUL4 R$ 21,23 0.00
  • B3SA3 R$ 11,82 2.34
  • BBAS3 R$ 35,68 -0.64
Abra sua conta no BTG

Além do Pix, quais meios de pagamento serão tendência em 2022

Tendência é de que haja um aumento na variedade de métodos de pagamento digitais, bem como a consolidação dos meios já em ascensão
Cada vez mais a tecnologia permite melhorar e ampliar ferramentas de pagamento, que otimizam o processo de checkout (Exame/EXAME)
Cada vez mais a tecnologia permite melhorar e ampliar ferramentas de pagamento, que otimizam o processo de checkout (Exame/EXAME)
Por BússolaPublicado em 01/02/2022 18:30 | Última atualização em 01/02/2022 18:47Tempo de Leitura: 4 min de leitura

Cada vez mais modernas, as opções de pagamento disponíveis no mercado brasileiro são reconhecidas por sua eficiência, rapidez e facilidade. Em 2022, a tendência é de que haja um aumento na variedade de métodos de pagamento digitais, bem como a consolidação dos meios já em ascensão entre os consumidores do país.

Os brasileiros, reconhecidamente uma população aberta à adoção de novas tecnologias, passaram a experimentar as novas soluções de pagamentos disponíveis, principalmente no comércio eletrônico. De acordo com estudo realizado pela empresa de consultoria de mercado IDC, em parceria com a empresa de tecnologia Infobip, o Brasil é o país da América Latina que mais realiza compras online desde o início da pandemia, em 2020.

“Com a diversidade e a variedade de opções de pagamento, os lojistas têm maiores oportunidades de conquistar novos clientes e fidelizar aqueles consumidores que já compram de suas lojas”, afirma Ralf Germer, CEO da PagBrasil, fintech brasileira.

Cada vez mais a tecnologia permite melhorar e ampliar ferramentas de pagamento, que otimizam o processo de checkout e permitem uma experiência satisfatória para todos. De acordo com Germer, a tendência é de que alguns métodos de pagamento ganhem destaque neste ano, principalmente com o pós pandemia e a positiva aderência do brasileiro ao e-commerce.

Confira a lista do que acompanhar em 2022, segundo análise do CEO para a Bússola:

Pagamentos recorrentes

Desde a popularização dos serviços de streaming, a economia da recorrência está em evidência. Mas o que poucos imaginavam era um crescimento da demanda por assinaturas em segmentos mais inusitados, como é o caso do setor gastronômico, por exemplo.

Recentemente, a Coffee+, empresa que prioriza a venda de grãos para o mercado interno em vez de exportá-los a outros países, passou a utilizar uma solução de pagamentos recorrentes em seu clube de assinaturas. Com a ferramenta, clientes da marca podem adquirir cafés especiais por meio de uma assinatura totalmente personalizada e que oferece uma grande variedade de formas de pagamento, incluindo cartão de crédito e débito, boleto e Pix.

Pix

O Pix, método de pagamento instantâneo, já conta com mais de 1,2 bilhão de transações realizadas desde seu lançamento e, ao final de 2021, ultrapassou a marca de 380 milhões de chaves cadastradas, entre pessoas físicas e jurídicas, de acordo com o Banco Central.

O método foi o grande destaque do último ano e deve repetir a ótima performance em 2022. A previsão é que o Banco Central amplie funções como o Pix Cobrança — para realizar pagamentos imediatos de contas com vencimentos em datas futuras — e apresente novidades, o Pix Débito Automático — que será fundamental para pagamentos recorrentes — e o Pix Parcelado — que permitirá pagamentos parcelados com o Pix.

Pagamentos invisíveis

Pagamentos invisíveis, classificados como transações tão simplificadas que se tornam praticamente imperceptíveis para o consumidor, tornam a jornada de compra mais rápida e otimizada, melhorando a experiência do cliente no checkout. Em 2021, a tecnologia contactless — que permite pagamentos por aproximação com o cartão — foi um grande sucesso.

Agora, as tendências nesta área são os pagamentos com autorização via biometria facial ou digital. Segundo pesquisa da Visa, 89% dos brasileiros acreditam que o pagamento com tecnologia biométrica é mais prático do que utilizar senhas.

No entanto, para compras com o cartão de crédito, os pagamentos invisíveis devem se tornar ainda mais comuns, por meio da tokenização. Essa tecnologia permite que os dados do cartão inseridos na primeira compra fiquem guardados em segurança, facilitando o processo de novas compras, sem a necessidade de um novo preenchimento de informações — a famosa compra em um clique.

Carteiras digitais

Mais de 60% dos brasileiros que utilizam smartphones já possuem carteiras digitais, conforme a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC). A tendência é que esse método represente 47% dos pagamentos em e-commerce no mundo, segundo estudo realizado pela Bain & Company.

Super apps

Em 2021, alguns aplicativos que inicialmente não eram destinados a pagamentos passaram a oferecer o serviço. O WhatsApp, por exemplo, criou o WhatsApp Pay, sua própria carteira digital, para disponibilizar transferências financeiras dentro do app, possibilitando que lojistas realizem a cobrança de seus clientes diretamente no canal de mensagens.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedInTwitter | Facebook | YouTube