Acompanhe:

Traumann cita Paulinho da Viola após pedir demissão

Após apresentar demissão da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Thomas Traumann recorreu a Paulinho da Viola no Twitter

Modo escuro

Continua após a publicidade
Ex-ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República Thomas Traumann (Ueslei Marcelino/Reuters)

Ex-ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República Thomas Traumann (Ueslei Marcelino/Reuters)

R
Rafael Moraes Moura

Publicado em 25 de março de 2015 às, 17h40.

Brasília - Depois de apresentar demissão da chefia da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), o jornalista Thomas Traumann recorreu ao cantor e compositor Paulinho da Viola e citou trechos da música "Novos rumos" em sua conta pessoal no microblog Twitter.

"Vou imprimir novos rumos/ Ao barco agitado que foi minha vida", escreveu Traumann no Twitter, na tarde desta quarta-feira, 25.

"Fiz minhas velas ao mar/ Disse adeus sem chorar/ E estou de partida." "Todos os anos vividos/ São portos perdidos que eu deixo pra trás/ Quero viver diferente/ Que a sorte da gente/ É a gente que faz", prosseguiu o jornalista.

Traumann deixa a Secom depois de o Estadão.com ter informado com exclusividade documento reservado do Palácio do Planalto que admite que o governo tem adotado uma comunicação "errática" desde a reeleição da presidente.

Em nota, a presidente Dilma Rousseff "agradeceu a competência, dedicação e lealdade de Traumann no período como ministro e porta-voz". A Presidência da República não informou o sucessor de Traumann na Secom - por enquanto, a pasta será comandada pelo secretário-executivo Roberto Messias.

Últimas Notícias

Ver mais
Como a Livelo alcançou lucro líquido de mais de R$ 1 bilhão em 2023 
Um conteúdo Bússola

Como a Livelo alcançou lucro líquido de mais de R$ 1 bilhão em 2023 

Há 22 horas

Taxa de desemprego nos países que integram a OCDE se mantém em 4,9% em fevereiro
Economia

Taxa de desemprego nos países que integram a OCDE se mantém em 4,9% em fevereiro

Há um dia

Comissão do Senado analisa hoje PEC que cria bônus para juízes e promotores
Brasil

Comissão do Senado analisa hoje PEC que cria bônus para juízes e promotores

Há um dia

Tebet: não foi erro esperar para mudar meta fiscal; o momento oportuno era PLDO
Brasil

Tebet: não foi erro esperar para mudar meta fiscal; o momento oportuno era PLDO

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais