Toffoli autoriza participação de Cristiane Brasil na convenção do PTB

A parlamentar é um dos alvos da Operação Registro Espúrio, que apura esquema de fraudes na liberação de registros sindicais no Ministério do Trabalho

Ministro determinou que a deputada deverá permanecer na convenção apenas no período entre o início e o encerramento do evento (Gilmar Felix/Câmara dos Deputados/Agência Câmara)
Ministro determinou que a deputada deverá permanecer na convenção apenas no período entre o início e o encerramento do evento (Gilmar Felix/Câmara dos Deputados/Agência Câmara)
EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 25 de julho de 2018 às 20h12.

Brasília - O presidente interino do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, autorizou a participação da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) na convenção nacional do PTB, marcada para o próximo sábado, 28, em Brasília. A parlamentar é um dos alvos da Operação Registro Espúrio, que apura esquema de fraudes na liberação de registros sindicais no Ministério do Trabalho.

A operação levou ao pedido de demissão do ex-ministro da pasta Helton Yomura. Também são investigados pela Polícia Federal nessa operação o ex-deputado e presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, pai de Cristiane e pivô do escândalo do mensalão do PT, os deputados Jovair Arantes (PTB), Paulinho da Força (Solidariedade) e Wilson Filho (PTB).

O ministro determinou que a deputada deverá permanecer na convenção apenas no período entre o início e o encerramento do evento, devendo apresentar declaração de que não manteve conversas particulares com os investigados.

Cristiane Brasil já havia obtido autorização do STF para participar da reunião da Executiva Nacional do PTB, ocorrida no Rio de Janeiro no último dia 18.

Mais de Brasil

Vamos ampliar pagamento do Pé-de-Meia para todos os estudantes inscritos no CadÚnico, afirma Lula

Lewandowski defende alterar Constituição para aumentar poder da União na segurança pública

Lula vai falar com Lira e Pacheco e governo pode ceder parte do veto em emendas, diz Randolfe

Após Lula anunciar reforma agrária, MST ocupa oito novas terras e chega a 32 invasões neste mês

Mais na Exame