Acompanhe:

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), disse nesta segunda-feira, 16, que, na terça-feira, 17, enviará o projeto de lei para privatização da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) à Assembleia Legislativa do Estado (Alesp).

Antes, porém, também na mesma terça-feira, ele se reunirá com os deputados da base governista para mostrar aos parlamentares as premissas do modelo de privatização da empresa de saneamento.

De acordo com ele, durante o encontro serão apresentados todos os pontos da modelagem e aspectos importantes, por exemplo, como o governo pretende promover a redução da tarifa de água e esgoto no Estado e como essa redução será sustentada ao longo do tempo, confrontado com o aumento de ativos.

Ainda, segundo o governador, será mostrado aos deputados de que forma o Estado pretende proteger a empresa diante da necessidade de novas licitações no fim de cada contrato e como a desestatização ajuda a proteger tanto o mercado da Sabesp quanto a lógica de investimentos cruzados que existe hoje.

"Então a gente apresenta o modelo e o projeto de lei. Vamos explicar ponto por ponto, tópico por tópico, dispositivo por dispositivo e a nossa ideia é amanhã mesmo apresentar o projeto de lei à Assembleia Legislativa", disse o governador após ter participado nesta segunda-feira do oitavo Congresso Brasileiro da Indústria de Máquinas e Equipamentos que a Abimaq realiza em São Paulo.

Tarcísio destacou ainda que já vem tendo conversas com os prefeitos que têm contratos com a Sabesp e que falta conversar com poucas prefeituras.

"Vamos fazer uma nova rodada de recuperação de conversas com as prefeituras restantes e já iniciamos a segunda etapa com elas, que é a construção dos anexos, que é aquilo que vai substituir os contratos. Será um grande contrato com vários anexos, um para cada prefeitura e estabelecer aqueles investimentos que serão necessários nos próximos anos para chegar aos R$ 66 bilhões até 2029 e estabelecer a universalização da concessão dos serviços nos próximos anos", afirmou.

O governador se disse otimista com a aprovação da privatização da Sabesp ainda neste ano mesmo com o projeto tendo de passar por todas as fases no seu trâmite na Assembleia. Disse ainda que enviará o projeto em regime de urgência. "Dentro do nosso cronograma é possível fazer a votação entre final de novembro e início de dezembro, antes do encerramento da atividade legislativa em 2023", afirmou.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Votação sobre privatização da Sabesp acontece nesta quarta-feira na Câmara dos Vereadores de SP
Brasil

Votação sobre privatização da Sabesp acontece nesta quarta-feira na Câmara dos Vereadores de SP

Há um dia

Consórcio arremata lote de rodovias do Litoral Paulista; governo Tarcísio prevê R$ 4,3 bi em obras
Economia

Consórcio arremata lote de rodovias do Litoral Paulista; governo Tarcísio prevê R$ 4,3 bi em obras

Há um dia

'Não vamos permitir invasões em São Paulo', diz Tarcísio sobre 'abril vermelho' do MST
Brasil

'Não vamos permitir invasões em São Paulo', diz Tarcísio sobre 'abril vermelho' do MST

Há um dia

Tarcísio nomeia Paulo Sérgio de Oliveira e Costa como novo chefe do Ministério Público de SP
Brasil

Tarcísio nomeia Paulo Sérgio de Oliveira e Costa como novo chefe do Ministério Público de SP

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais