Brasil

Talvez não termine hoje essa novela, diz Alckmin sobre julgamento

Já em tom de campanha, Alckmin declarou que o foco não deve ser a impugnação ou não de uma eventual candidatura de Lula

Alckmin: "O importante não é se preocupar com adversário, é se preocupar com eleitor" (Germano Lüders | EXAME/Site Exame)

Alckmin: "O importante não é se preocupar com adversário, é se preocupar com eleitor" (Germano Lüders | EXAME/Site Exame)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 24 de janeiro de 2018 às 19h07.

São Paulo e Brasília - O governador de São Paulo e principal nome do PSDB para disputar a vaga ao Palácio do Planalto nas eleições deste ano, Geraldo Alckmin, chamou nesta quarta-feira, 24, de 'novela' o caso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, agora condenado em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

"Talvez não termine hoje essa novela, porque cabe recurso", apontou o governador em publicação no seu perfil no Twitter.

Já em tom de campanha, Alckmin declarou que o foco, entretanto, não deve ser a impugnação ou não de uma eventual candidatura de Lula pela Lei da Ficha Limpa. "O importante não é se preocupar com adversário, é se preocupar com eleitor. Quem vai decidir a eleição é o povo", afirmou o tucano.

Mais cedo, o governador usou as redes sociais para dizer que a decisão sobre o ex-presidente "cabia à Justiça" e que "ninguém estava acima da lei". Se Lula disputar o Palácio do Planalto, deve enfrentar o tucano nas urnas em outubro.

Acompanhe tudo sobre:Eleições 2018Geraldo AlckminLuiz Inácio Lula da SilvaOperação Lava JatoTRF4

Mais de Brasil

Vai ter greve do Metrô amanhã? Sindicato se reúne nesta terça para decidir sobre paralisação

Sobe para 161 número de mortos devido às fortes chuvas no RS; veja serviços parados

Exército reduz de 5 para 1 o total de fuzis que PMs podem 'ter em casa'

Comissão da Câmara deve votar convite para ouvir Elon Musk

Mais na Exame