Brasil

'Sou eu que terei que vir até vocês', diz Lula a catadores em São Paulo

Em discurso, Lula afirmou que fará uma um estudo das condições de cada homem de rua, cada mulher e sua origem

Lula: Presidente eleito visita a 9ª Edição da Expocatadores (Rovena Rosa/Agência Brasil)

Lula: Presidente eleito visita a 9ª Edição da Expocatadores (Rovena Rosa/Agência Brasil)

AB

Agência Brasil

Publicado em 15 de dezembro de 2022 às 16h28.

O presidente eleito Luis Inácio Lula da Silva participou na manhã desta quinta-feira (15) da 9ª edição da Expocatadores, evento de catadores de materiais recicláveis do Brasil, realizada no Armazém do Campo, na região central de São Paulo.

Em seu discurso, Lula afirmou que cuidar do povo pobre é possível.  “Quando eu estiver presidente quero um encontro especificamente com o povo de rua aqui em São Paulo. O povo pobre, o povo de rua, os catadores, e tantos outros brasileiros que não têm como chegar até o governo. Não serão vocês que terão que ir na presidência da República. Sou eu que terei que vir até vocês”.

LEIA TAMBÉM: BC trabalha com gasto acima do teto de R$ 130 bi em 2023, e Campos Neto fica na presidência até 2024

Também conhecido como o Natal dos Catadores, no evento Lula se comprometeu a voltar ao local para ter um encontro com os moradores de rua.

“Já vou pedir pra fazer um estudo, das condições de cada homem de rua, cada mulher, sua origem. Para que a gente possa ajudar essas pessoas. Preparem uma boa pauta de reivindicação, para gente ter condições de ajudar essas pessoas.  Virei a São Paulo para um encontro com o povo de rua, marcado pelo Padre Júlio Lancelotti, da Pastoral do Povo da Rua de São Paulo. Vamos fazer no Brasil inteiro. Precisamos tratar os catadores e também os moradores de rua com dignidade”, disse Lula.

Já o futuro Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, também presente no evento, disse que sua missão, no governo será “colocar o pobre no orçamento e o rico no imposto de renda. Vamos ter um país mais justo, que precisamos. Todo mundo precisa de uma oportunidade na vida".

Futuro ministro da Fazenda, Fernando Haddad, participa da Expocatadores, evento de catadores de materiais recicláveis, realizado no Armazém do Campo, região central de São Paulo.Futuro ministro da Fazenda, Fernando Haddad, participa da Expocatadores, evento de catadores de materiais recicláveis, realizado no Armazém do Campo, região central de São Paulo.Futuro ministro da Fazenda, Fernando Haddad, participa da Expocatadores, evento de catadores de materiais recicláveis, realizado no Armazém do Campo, região central de São Paulo.Futuro ministro da Fazenda, Fernando Haddad, participa da Expocatadores, evento de catadores de materiais recicláveis, realizado no Armazém do Campo, região central de São Paulo.Futuro ministro da Fazenda, Fernando Haddad, participa da Expocatadores, evento de catadores de materiais recicláveis, realizado no Armazém do Campo, região central de São Paulo. (Rovena Rosa)

Padre Júlio Lancellotti, coordenador da Pastoral do Povo da Rua de São Paulo, foi recebido sob muitos aplausos do público. Ao lado de Lula, ele explicou que os moradores de rua estão cansados de apanhar. "Estamos cansados de sermos tratados como lixo, apanhando da Guarda Civil Metropolitana, da limpeza urbana.

São poucos os moradores de rua aqui dentro, eles estão no viaduto. Ninguém quer saber dos mais pobres. A aporofobia está matando o povo. Estou esperando que o Congresso Nacional derrube o veto do Bolsonaro sobre as intervenções na arquitetura hostil", afirmou.

Durante o evento, o presidente da Associação Nacional de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (ANCAT), Roberto Rocha, entregou um documento com as demandas do setor.

“Estamos pedindo a possibilidade de uma Secretaria especial do Ministério do Meio Ambiente, que é a Secretaria da Reciclagem. Solicitamos também a revogação de vários decretos, principalmente do decreto chamada Ciclamais, que foi conhecido como o decreto da morte dos catadores de materiais recicláveis, então está aqui a demanda".

Expocatadores

Esta edição conta com a participação de entidades internacionais e aborda temas como a Economia Circular Inclusiva e o Cooperativismo Solidário. Aberta na segunda-feira (12), o evento reúne cerca mil catadores e catadoras de materiais recicláveis de 26 estados brasileiros e do exterior, como integrantes da categoria do Chile, Argentina, Colômbia e Panamá.

A Expocatadores 2022 é um dos principais eventos realizados na temática de coleta seletiva solidária, que engloba a prestação de serviços dos catadores de materiais recicláveis dentro da economia circular, a recuperação das embalagens e educação ambiental.

A iniciativa do evento é da Associação Nacional de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (ANCAT), Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR) e Unicatadores, e conta com o patrocínio da Coca-Cola Brasil, Latitud R, Kubitz e da plataforma Reciclar Pelo Brasil.

A programação da Expocatadores 2022 conta com painéis de debates, feira de negócios, apresentação de cases, workshops, entrega de prêmios, desfile de moda reciclável e rodada de negócios sustentáveis, envolvendo atores de diversas áreas do mercado da reciclagem.

“Nesta edição foram apresentadas as principais soluções de inovação na área de compliance, ESG e circularidade, além das tecnologias voltadas para promoção da reciclagem, como uma solução técnica econômica e social para a destinação final de resíduos sólidos urbanos nos municípios”, afirmou o presidente da ANCAT, Roberto Rocha.

Presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, participa da Expocatadores, evento de catadores de materiais recicláveis, realizado no Armazém do Campo, região central de São Paulo. (Rovena Rosa)

Dentre os participantes da 9ª Edição da Expocatadores estiveram representantes do cooperativismo solidário e de catadores autônomos, do setor privado, governos, parlamentares, entidades da sociedade civil, universidades, centros de pesquisas e tecnologias, agentes da educação ambiental e de mobilização social e formadores de opinião, entre outros.

LEIA TAMBÉM:

Acompanhe tudo sobre:Fernando HaddadGoverno LulaLuiz Inácio Lula da SilvaReciclagem

Mais de Brasil

Brasil fica entre os piores em teste de criatividade do Pisa; conheça as questões

Linha 9-Esmalda da CPTM opera com intervalo maior entre estações nesta terça-feira, 18

Uma mulher é estuprada no país a cada 46 minutos; vítimas mais frequentes têm de 10 a 14 anos

Negros foram 76,5% das vítimas de homicídio no Brasil em 2022, aponta 'Atlas da Violência'

Mais na Exame