Brasil

Sob protestos, Senado aprova com folga texto da PEC dos gastos

Os senadores ainda precisam analisar os destaques à proposta, mas o texto foi aprovado no 1º turno com placar de 61 votos a favor e 14 contra

PEC: (Adriano Machado/Reuters)

PEC: (Adriano Machado/Reuters)

R

Reuters

Publicado em 29 de novembro de 2016 às 22h49.

Última atualização em 29 de novembro de 2016 às 22h55.

Brasília - O Senado aprovou nesta terça-feira o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita o crescimento dos gastos públicos por 20 anos, pelo placar de 61 votos a favor e 14 contra.

Os senadores ainda precisam analisar os destaques à proposta.

Considerada crucial pelo governo do presidente Michel Temer para reverter a trajetória de deterioração das contas públicas, a PEC foi chancelada em dois turnos na Câmara dos Deputados e precisa passar por trâmite semelhante no Senado, com o aval de pelo menos 49 dos 81 senadores.

A votação em segundo turno na Casa deve ocorrer entre os dias 12 e 13 de dezembro.

Acompanhe tudo sobre:PEC do TetoSenado

Mais de Brasil

Manifestantes voltam à Avenida Paulista para ato contra o PL do Aborto

Greve nas universidades federais: o que reivindicam os professores e quais são as ofertas do governo

Enel confirma a Lula investimento de R$ 20 bi para acabar com apagões

Enchentes paralisaram 63% das indústrias gaúchas, revela pesquisa

Mais na Exame