Brasil

Sérgio Cabral estaria negociando delação, diz jornal

O Globo diz ainda que integrantes do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) e do Superior Tribunal de Justiça (STJ) podem estar nas delações.

 (Antonio Cruz/Agência Brasil)

(Antonio Cruz/Agência Brasil)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 23 de dezembro de 2018 às 16h07.

São Paulo - O ex-governador do Rio Sérgio Cabral Filho está negociando uma delação premiada, segundo informações do jornal O Globo publicadas neste domingo, dia 23.

Cabral já foi condenado oito vezes e soma quase 200 anos de reclusão por crimes como corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

O jornal informa que Cabral teria dado uma procuração para que seu novo advogado, João Bernardo Kappen, organize uma colaboração premiada com o Ministério Público Federal do Rio e com a Procuradoria-Geral da República. As conversas com os responsáveis pela Operação Lava Jato no Rio já teriam iniciado.

O ex-governador comandou o Rio de Janeiro de 2007 a 2014 e pode oferecer informações sobre as negociações envolvendo a organização da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas em 2016 na capital fluminense.

O jornal diz ainda que integrantes do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) e do Superior Tribunal de Justiça (STJ) podem estar nas delações.

Acompanhe tudo sobre:CorrupçãoDelação premiadaRio de JaneiroSérgio Cabral

Mais de Brasil

Anvisa emite informe de segurança sobre reações adversas a cosméticos

Violência financeira: crime de abuso contra idosos cresce e Justiça planeja criar vara exclusiva

Palestino detido no Aeroporto de Guarulhos será deportado para o Catar

Mato Grosso do Sul decreta estado de emergência por causa de incêndios no Pantanal

Mais na Exame