Acompanhe:

Serasa: atividade comercial desacelera em março

Restrição de crédito e aumento da taxa Selic influenciam o consumo no país

Modo escuro

Continua após a publicidade
Segundo a pesquisa do Serasa Experian, a tendência da atividade no varejo nos próximos meses é de desaceleração (Creative Commons)

Segundo a pesquisa do Serasa Experian, a tendência da atividade no varejo nos próximos meses é de desaceleração (Creative Commons)

C
Circe Bonatelli

Publicado em 4 de abril de 2011 às, 12h04.

São Paulo - A atividade comercial no País subiu 5,5% em março ante o mesmo mês do ano passado, já descontados os efeitos sazonais. De acordo com pesquisa divulgada hoje pela Serasa Experian, empresa especializada em análise de crédito, esta foi a menor taxa anual de crescimento desde julho de 2009, o que indica uma desaceleração no setor. Em relação a fevereiro deste ano, a atividade do varejo apresentou queda de 0,8% em março. Na comparação entre o primeiro trimestre de 2011 e o mesmo período do ano passado, o índice subiu 8,5%.

Segundo avaliação da Serasa Experian, o crescimento menos acelerado do varejo neste primeiro trimestre é um sinal de que as medidas de restrição ao crédito e de aumento da Selic (a taxa básica de juros) começaram a conter a expansão do consumo. Para a Serasa Experian, a tendência da atividade no varejo nos próximos meses é de desaceleração.

Setores

O único setor do varejo com expansão em março ante fevereiro foi o de Combustíveis e Lubrificantes, com alta de 0,7%. Todos os demais segmentos apresentaram retração. A maior delas foi verificada na área de Tecidos, Vestuário, Calçados e Acessórios, que teve baixa de 2,6%.

O setor com maior expansão no primeiro trimestre de 2011 foi o de Materiais de Construção, com alta de 14,1% ante o mesmo período de 2010. Em seguida aparece o setor de Móveis, Eletroeletrônicos e Informática, com expansão de 8,9%. As maiores retrações foram verificadas nos setores de Veículos, Motos e Peças, com queda de 1,6%, e Tecidos, Vestuário, Calçados e Acessórios, com recuo 1,0% no período.

Últimas Notícias

Ver mais
'Brasil é fundamental para blockchain", revela Avalanche, rede da criptomoeda AVAX
Future of Money

'Brasil é fundamental para blockchain", revela Avalanche, rede da criptomoeda AVAX

Há 7 horas

Os FIDCs estão na idade da pedra. A Black 101 quer trazê-los para a era da IA
Exame IN

Os FIDCs estão na idade da pedra. A Black 101 quer trazê-los para a era da IA

Há 7 horas

Lula faz nova reunião sobre crédito depois de adiar lançamento de medida
Economia

Lula faz nova reunião sobre crédito depois de adiar lançamento de medida

Há um dia

CVC Capital Partners quer captar US$ 1,33 bilhão em IPO – se o Oriente Médio deixar
Exame IN

CVC Capital Partners quer captar US$ 1,33 bilhão em IPO – se o Oriente Médio deixar

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais