Acompanhe:

PT do RS decide recomendar 'voto crítico' em Eduardo Leite

O PT reconhece divergências com Leite em assuntos como privatizações e taxação de aposentados, mas defende que "é a hora de defender o Brasil e o Rio Grande"

Modo escuro

Continua após a publicidade
Eduardo Leite: PT do RS decide recomendar 'voto crítico' em candidato ao governo (Tiago Coelho/Bloomberg via Getty Images/Getty Images)

Eduardo Leite: PT do RS decide recomendar 'voto crítico' em candidato ao governo (Tiago Coelho/Bloomberg via Getty Images/Getty Images)

E
Estadão Conteúdo

Publicado em 25 de outubro de 2022 às, 06h59.

O diretório gaúcho do Partido dos Trabalhadores (PT) emitiu nota oficial nesta segunda-feira, 24, em que recomenda "voto crítico" em Eduardo Leite (PSDB) na disputa pelo governo do Rio Grande do Sul. No segundo turno, o tucano enfrenta o bolsonarista Onyx Lorenzoni (PL).

Fique por dentro de tudo sobre as Eleições 2022 e os resultados das pesquisas eleitorais. Clique aqui e receba gratuitamente a newsletter EXAME Desperta.

No comunicado, assinado pelo candidato do PT ao governo gaúcho no primeiro turno, Edegar Pretto, o partido diz que, com o gesto espera uma união para derrotar o bolsonarismo no segundo turno, inclusive no plano nacional. "Entendemos que todos os democratas devem ter como compromisso primeiro a defesa da democracia e o combate às candidaturas que representam o atraso bolsonarista", diz a nota.

O PT reconhece divergências com Leite em assuntos como privatizações e taxação de aposentados, mas defende que "é a hora de defender o Brasil e o Rio Grande da ameaça representada pelas candidaturas de Bolsonaro e Onyx".

Na semana passada, durante ato de campanha em Porto Alegre, o candidato do PT à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva, disse que o diretório local tinha autonomia para se posicionar no segundo turno das eleições, "menos eleger Onyx".

LEIA TAMBÉM: Leite x Onyx: quem está à frente nas pesquisas eleitorais?

Veja a nota oficial do PT-RS na íntegra:

"Em conformidade com a Resolução Partidária aprovada em 10 de outubro último, e em decorrência dela, compreendendo o momento político que vivemos, decidimos recomendar o voto crítico em Eduardo Leite no domingo próximo, esperando com este gesto que todos aqueles comprometidos com a democracia se unam para derrotar Bolsonaro e o bolsonarismo neste segundo turno.

Entendemos que todos os democratas devem ter como compromisso primeiro a defesa da democracia e o combate às candidaturas que representam o atraso bolsonarista.

Nossas divergências com Leite são muitas, e conhecidas pela sociedade gaúcha.

Representamos projetos políticos distintos. As privatizações dos serviços públicos como a CORSAN, o papel do Estado, a adesão ao regime de recuperação fiscal, a taxação dos aposentados e pensionistas são alguns exemplos de temas que nos separam programaticamente.

Mas agora é a hora de defender o Brasil e o Rio Grande da ameaça representada pelas candidaturas de Bolsonaro e Onyx.

Aproveitamos para reforçar o chamamento à militância petista gaúcha que nos próximos sete dias não podemos sair das ruas, disputar voto a voto para garantirmos a virada no Rio Grande do Sul com Lula e a consolidação da vitória na eleição presidencial.

Paulo Pimenta - Presidente PT-RS

Edegar Pretto - Deputado Estadual PT-RS e candidato a governador no 1º turno

Paulo Paim - Senador PT-RS

Tarso Genro - Ex-governador do RS

Olívio Dutra - Ex-governador do RS

LEIA TAMBÉM: Lula x Bolsonaro: quem está à frente nas pesquisas eleitorais?

Últimas Notícias

Ver mais
PSDB-SP adia escolha de novo presidente; participação na disputa pela capital está indefinida
Brasil

PSDB-SP adia escolha de novo presidente; participação na disputa pela capital está indefinida

Há 13 horas

Regras para IA nas eleições serão votadas hoje pelo TSE
Inteligência Artificial

Regras para IA nas eleições serão votadas hoje pelo TSE

Há 23 horas

TSE vota amanhã regra para inteligência artificial nas eleições
Brasil

TSE vota amanhã regra para inteligência artificial nas eleições

Há um dia

Multas eleitorais podem ser pagas com Pix, boleto ou cartão de crédito
Brasil

Multas eleitorais podem ser pagas com Pix, boleto ou cartão de crédito

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais