Acompanhe:

Presidente da CCJ pede mais prazo para apreciar a 2ª denúncia

O peemedebista agiu com precaução porque o prazo das cinco sessões da CCJ para apreciação da denúncia terminará nesta quarta-feira (18)

Modo escuro

Continua após a publicidade
Pacheco: Pacheco só encaminhará a votação quando todos os deputados tiverem se manifestado (Marcelo Camargo/Agência Brasil/Agência Brasil)

Pacheco: Pacheco só encaminhará a votação quando todos os deputados tiverem se manifestado (Marcelo Camargo/Agência Brasil/Agência Brasil)

D
Daiene Cardoso, do Estadão Conteúdo

Publicado em 17 de outubro de 2017 às, 17h01.

Brasília - O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), encaminhou para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), um requerimento solicitando prazo de mais três sessões para o colegiado concluir a apreciação da admissibilidade da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer.

Segundo a assessoria de Pacheco, o peemedebista agiu com precaução porque o prazo das cinco sessões da CCJ para apreciação da denúncia terminará nesta quarta-feira, 18.

Os governistas querem votar o relatório do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) nesta quarta-feira, mas Pacheco só encaminhará a votação quando todos os deputados inscritos tiverem se manifestado na comissão.

Neste momento, ainda há mais de 40 deputados inscritos para falar.

Últimas Notícias

Ver mais
Lula cobra pedido de desculpas do Equador por invasão de Embaixada do México
Brasil

Lula cobra pedido de desculpas do Equador por invasão de Embaixada do México

Há 18 horas

Marco temporal: PGR defende no STF inconstitucionalidade de lei aprovada pelo Congresso
Brasil

Marco temporal: PGR defende no STF inconstitucionalidade de lei aprovada pelo Congresso

Há 4 dias

Crise no Haiti: ONU diz que quase 100 mil pessoas fugiram de Porto Príncipe por violência de gangues
Mundo

Crise no Haiti: ONU diz que quase 100 mil pessoas fugiram de Porto Príncipe por violência de gangues

Há 4 dias

Ida de Bolsonaro à Embaixada da Hungria não configurou busca por asilo político, avalia PGR
Brasil

Ida de Bolsonaro à Embaixada da Hungria não configurou busca por asilo político, avalia PGR

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais