Brasil

Posse de Bolsonaro deve atrair até 500 mil pessoas, estima Planalto

Ministro do Gabinete de Segurança Institucional informou que ainda não foi decidido se Bolsonaro vai desfilar em carro aberto

Palácio do Planalto estima que a posse de Bolsonaro, no dia 1º de janeiro, terá entre 250 mil e 500 mil pessoas (Adriano Machado/Reuters)

Palácio do Planalto estima que a posse de Bolsonaro, no dia 1º de janeiro, terá entre 250 mil e 500 mil pessoas (Adriano Machado/Reuters)

AB

Agência Brasil

Publicado em 18 de dezembro de 2018 às 11h58.

O Palácio do Planalto estima que a posse do presidente eleito Jair Bolsonaro, no dia 1º de janeiro, terá entre 250 mil e 500 mil pessoas na Esplanada dos Ministérios. O acesso de pedestres será feito exclusivamente pela rodoviária, na região central de Brasília.

Ao longo da Esplanada, haverá quatro pontos de revista pessoal. A Esplanada contará com postos médicos, pontos de água, banheiros e telões. Vendedores ambulantes serão proibidos na Esplanada.

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Sérgio Etchegoyen, informou que ainda não foi decidido se Bolsonaro vai desfilar em carro aberto. "O presidente eleito ainda não manifestou sua preferência", disse.

Segundo o ministro, o planejamento está adotando medidas e precauções para garantir a segurança do presidente eleito, das autoridades e do público. "A Esplanada estará absolutamente segura para o dia da posse", acrescentou.

De acordo com Etchegoyen, a Esplanada será interditada a partir de 0h do dia 30 de dezembro. No dia 31, não haverá expediente de servidores.

Segundo o Palácio do Planalto, não poderão ser levados para a Esplanada dos Ministérios no dia da posse armas de fogo, objetos cortantes, drones, produtos inflamáveis, fogos de artifício, apontadores laser, sprays, garrafas, bebidas alcoólicas, guarda-chuva, animais, bolsas e mochilas, máscaras, e carrinhos de bebê.

Acompanhe tudo sobre:BrasíliaGoverno BolsonaroJair Bolsonaro

Mais de Brasil

Câmara aprova projeto que cria cadastro nacional de condenados por violência contra a mulher

Comissão da Câmara aprova projeto de lei para incluir animais domésticos no Censo Demográfico

MPF busca solução para liberar 400 estrangeiros retidos no aeroporto de Guarulhos

Lula avaliará situação de Juscelino após viagem, diz Jaques Wagner

Mais na Exame