Acompanhe:

A Polícia Federal (PF) anunciou neste sábado uma recompensa por informações sobre os dois foragidos da penitenciária federal de segurança máxima de Mossoró (RN). Será pago um valor de R$ 15 mil por informações sobre cada um dos fugitivos, totalizando R$ 30 mil em caso de informações sobre os dois. Segundo a PF, a recompensa será paga por meio de verba federal.

Para quem tiver informações, dois números foram divulgados para denúncias: o 181 e o (84) 98132-6057, este também disponível no WhatsApp. Informações também podem ser enviadas pelo e-mail disquedenuncia181@defesasocial.rn.gov.br. O aplicativo Segurança Cidadã, do governo do Rio Grande do Norte, também é um canal para informações sobre os foragidos.

Os fugitivos, identificados como Rogério da Silva Mendonça, de 36 anos, conhecido como Tatu, e Deibson Cabral Nascimento, 34 anos, escaparam da Penitenciária Federal de Mossoró no dia 14 de fevereiro. De acordo com as investigações, eles têm ligações com a facção criminosa Comando Vermelho.

Fugitivos de presídio federal em Mossoró fizeram família refém na noite de sexta

Entenda o caso

Tidos como criminosos de alta periculosidade, eles estavam na penitenciária de Mossoró desde setembro de 2023, após transferência por participarem de uma rebelião no presídio Antônio Amaro, no Acre, que resultou na morte de cinco detentos, três deles decapitados.

Agentes da Força Integrada de Combate ao Crime Organizado do Acre (Ficco) prenderam nesta sexta-feira o irmão de Deibson. Johnney Weyd Nascimento da Silva foi condenado por roubo e participação em organização criminosa e tinha um mandado de prisão em aberto.

A PF já havia prendido três homens suspeitos de ajudar os dois fugitivos do presídio federal de Mossoró, no interior do Rio Grande do Norte. Um foi preso temporariamente - ele passou por audiência de custódia nesta quinta-feira e teve a prisão mantida pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte; os outros dois foram detidos em flagrante por porte de drogas e armas com a numeração raspada. Além da prisão, os agentes cumpriram nove mandados de busca e apreensão nas cidades de Mossoró (RN), Quixeré (CE) e Aquiraz (CE).

Investigações da Polícia Federal apontam que eles podem estar escondidos em cidades do interior do Ceará. Desde que escaparam, eles teriam ido em direção a locais que fazem divisa entre o Rio Grande do Norte e o Ceará.

A Defensoria Pública da União (DPU) solicitou ao juízo Corregedor da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, que os dois fugitivos sejam levados a exame de corpo de delito e a audiência de custódia imediatamente após serem recapturados.

As buscas entraram no 11º dia neste sábado. A força-tarefa começou a atuar na sexta-feira com reforço em Baraúna, na divisa do Rio Grande do Norte com o Ceará.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Lewandowski vai à Câmara e defende 'saidinha' de presos
Brasil

Lewandowski vai à Câmara e defende 'saidinha' de presos

Há 2 dias

OAB se mantém favorável ao veto parcial de Lula sobre 'saidinha' de presos
Brasil

OAB se mantém favorável ao veto parcial de Lula sobre 'saidinha' de presos

Há 3 dias

Lewandowski vai a comissão da Câmara para falar sobre fuga de Mossoró e avanço do crime organizado
Brasil

Lewandowski vai a comissão da Câmara para falar sobre fuga de Mossoró e avanço do crime organizado

Há 3 dias

Governo pede que CNJ regulamente nova lei das “saidinhas”
Brasil

Governo pede que CNJ regulamente nova lei das “saidinhas”

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais