Acompanhe:

O Palácio do Planalto voltou a receber visitas neste domingo, 14. De acordo o comunicado distribuído à imprensa pela Presidência da República, o prédio estava fechado para esse tipo de atividade havia três anos.

O espaço passou por reformas e muitos de seus móveis e obras de arte foram restaurados, principalmente depois do ataque ao local em 8 de janeiro do ano passado.

O Palácio do Planalto foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer especialmente para abrigar a sede do governo. Era parte da construção de Brasília, ordenada pelo então presidente Juscelino Kubitschek no final dos anos 1950.

O prédio foi inaugurado em 21 de abril de 1960. Depois, passou por reformulações. Por exemplo, foram instalados espelhos d'água em volta do Palácio em 1991. Os jardins foram concebidos pelo paisagista Roberto Burle Marx.

De acordo com o site da Presidência, a reabertura do prédio para visitação foi uma determinação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Antes, em maio de 2023, ele havia mandado retirar as grades que tinham sido colocadas em volta do Palácio do Planalto segundo a presidência da República, cerca de dez anos atrás.

Na última semana, o Congresso também decidiu retirar as grandes que cercavam a sede do Legislativo. Em ambos os casos, tratou-se de gesto político para transmitir sensação de normalidade depois dos ataques de 8 de janeiro de 2023.

Como funcionam as visitas

Quem quiser visitar o Palácio do Planalto deve acessar o site visitapr.presidencia.gov.br para escolher um dia e horário.

As visitas vão das 9 horas às 13 horas. Como o passeio é de cerca de uma hora, a visita da última turma se encerra por volta das 14 horas. Os grupos são de até 30 pessoas.

As visitas são gratuitas e guiadas em português. De acordo com o Planalto, há possibilidade de visitas guiadas em inglês.

O roteiro inclui o térreo, onde fica o hall de entrada; o segundo andar, onde ficam os salões usados em solenidades, diversas obras de arte e a famosa rampa em forma de caracol; o terceiro andar, onde fica o gabinete do presidente da República; e o subsolo, onde há um espaço para exposições.

Não há primeiro andar no Palácio. A convenção é chamar de segundo andar o piso que, em outros lugares, seria chamado de primeiro.

O quarto andar (equivalente ao terceiro em outros prédios) é onde ficam os gabinetes dos ministros palacianos e tem aparência menos cerimonial - apesar da vista para a Praça dos Três Poderes o Supremo Tribunal Federal e o Congresso.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
São Paulo, Rio e Brasília ficam na lanterna em ranking global de Smart Cities
Mundo

São Paulo, Rio e Brasília ficam na lanterna em ranking global de Smart Cities

Há um dia

Espião russo atuava em embaixada de Brasília, diz jornal
Brasil

Espião russo atuava em embaixada de Brasília, diz jornal

Há um dia

Morre Ziraldo, criador do 'Menino Maluquinho', aos 91 anos
Brasil

Morre Ziraldo, criador do 'Menino Maluquinho', aos 91 anos

Há 3 dias

BRT Transbrasil começa a operar neste sábado; entenda como será
Brasil

BRT Transbrasil começa a operar neste sábado; entenda como será

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais