Acompanhe:

Padilha confirma que Fufuca e Sílvio Costa vão assumir ministérios de Lula

De acordo com ele, as conversas "olho no olho" entre o chefe do Executivo e os partidos acontecerão em agosto

Modo escuro

Continua após a publicidade
Ministérios: Padilha disse que Lula vai construir uma relação com lideranças partidárias (Fabio Rodrigues Pozzenon/Agência Brasil)

Ministérios: Padilha disse que Lula vai construir uma relação com lideranças partidárias (Fabio Rodrigues Pozzenon/Agência Brasil)

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, confirmou nesta sexta-feira, 4, que os deputados federais Silvio Costa Filho (Republicanos-PE) e André Fufuca (PP-MA) comandarão ministérios na minirreforma. De acordo com ele, as conversas "olho no olho" entre o chefe do Executivo e os partidos acontecerão em agosto.

"Já tem uma decisão do presidente Lula de trazer esses dois parlamentares Fufuca e Silvio Costa que representam duas bancadas importantes do Congresso Nacional. Mas, mais do que elas, podem atrair outros parlamentares, trazer para o governo para ocupar postos de ministérios", declarou o ministro em coletiva de imprensa concedida em Belém.

Padilha disse que Lula vai construir uma relação com lideranças partidárias, seja com as bancadas dos partidos, seja com as direções. "Essas conversas olho no olho vão acontecer no mês de agosto e a decisão do presidente Lula já é de trazer essas forças partidárias, essas bancadas de deputados federais para o governo contribuindo com a votação dos projetos", acrescentou.

Na semana que vem, Lula estará fora de Brasília por conta de agendas em outros estados. Nos dias 8 e 9, o presidente irá participar de agendas na Cúpula da Amazônia, em Belém; já entre 10 e 11, ele estará no Rio de Janeiro. Na próxima sexta-feira, inclusive, o governo federal fará o lançamento do novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). "Depois dessas atividades ele vai provavelmente poder fazer esse encontro olho no olho", relatou.

Na quinta-feira, 3, o deputado federal Celso Sabino (União Brasil-PA) tomou posse como o novo ministro do Turismo. A posse do deputado é o primeiro passo de uma reforma ministerial que deve dar mais espaço ao centrão no governo petista em troca de apoio parlamentar.

Reforma ministerial

Lula negocia outras mudanças com partidos de centrão. O ministério dos Esportes — deve ir para o Republicanos —, a Embratur, a Funasa, os Correios e a Caixa estão no pacote do bloco. O governo tem hoje 37 ministérios.

Com Estadão Conteúdo. 

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Suspeito de tentar invadir Alvorada com carro é detido, diz Polícia Federal
Brasil

Suspeito de tentar invadir Alvorada com carro é detido, diz Polícia Federal

Há 3 horas

Polícia oferece recompensa de até R$30 mil por informações sobre fugitivos de presídio de Mossoró
Brasil

Polícia oferece recompensa de até R$30 mil por informações sobre fugitivos de presídio de Mossoró

Há 3 horas

"Dia D": Governo de SP faz mobilização contra dengue, zika vírus e chikungunya
Brasil

"Dia D": Governo de SP faz mobilização contra dengue, zika vírus e chikungunya

Há 4 horas

PGR defende que suposto espião russo continue preso no Brasil
Brasil

PGR defende que suposto espião russo continue preso no Brasil

Há 4 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais