Acompanhe:

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou nesta terça-feira, 28, que um total de 13,4 milhões de eleitores brasileiros apresentaram justificativa de não-comparecimento nas eleições do ano passado. A quantidade é 14,7% menor do que a verificada em 2018, quando foram apresentadas pouco mais de 15,7 milhões de justificativas. O prazo final para a apresentação das justificativas foi no dia 9 de janeiro.

Somente no 1º turno de 2022, foram 6,9 milhões de justificativas apresentadas em todo o país, segundo o TSE. O número corresponde a 20,1% das 32,7 milhões de abstenções contabilizadas no período. Já no 2º turno foram 6,4 milhões de justificativas. Mais da metade (55%) eram de pessoas com idades entre 25 e 44 anos, sendo quase quatro milhões procedentes da faixa etária de 25 a 34 anos.

Eleitores que não foram votar em qualquer um dos turnos da Eleição de 2022 e até o momento não apresentaram justificativas ou tiveram as justificativas indeferidas precisam pagar multa de R$ 3,51 por cada turno perdido para poderem ficar quites com a Justiça Eleitoral. Sem essa quitação, os cidadãos ficam impossibilitados, por exemplo, de obter passaporte ou carteira de identidade, de renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial, de obter empréstimos em bancos públicos e de tomar posse em cargo público.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Moro ainda pode perder o mandato? Entenda os próximos passos após senador ser absolvido no TRE-PR
Brasil

Moro ainda pode perder o mandato? Entenda os próximos passos após senador ser absolvido no TRE-PR

Há 3 dias

PF prende hacker suspeito de invadir sites do Senado, Exército e TSE
Brasil

PF prende hacker suspeito de invadir sites do Senado, Exército e TSE

Há 4 dias

Terceiro dia de julgamento de Moro termina com placar de 3 a 1 contra cassação do senador
Brasil

Terceiro dia de julgamento de Moro termina com placar de 3 a 1 contra cassação do senador

Há 5 dias

Musk diz que não fará restrições determinadas pela Justiça e futuro do X no Brasil está em risco
Brasil

Musk diz que não fará restrições determinadas pela Justiça e futuro do X no Brasil está em risco

Há 6 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais