Brasil

Justiça do Rio suspende decreto da Alerj e mantém leilão da Cedae

Pregão será realizado nesta sexta-feira na Bolsa de São Paulo

Companhia de Tratamento de Água e Esgoto (Cedae) do Rio de Janeiro. (foto/Divulgação)

Companhia de Tratamento de Água e Esgoto (Cedae) do Rio de Janeiro. (foto/Divulgação)

AO

Agência O Globo

Publicado em 30 de abril de 2021 às 11h54.

Última atualização em 30 de abril de 2021 às 11h57.

Uma liminar concedida nesta sexta-feira pelo Tribunal de Justiça do Rio suspendeu os efeitos de um decreto votado na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) suspendendo o leilão da Cedae. Com isso, o pregão será realizado durante a tarde, em São Paulo.

Na decisão, o desembargador Benecdito Abicair afirma que "não se tratando de matéria de exclusiva competência do Poder Legislativo do Estado do Rio de Janeiro, vislumbro, em sede de cognição sumária, a inconstitucionalidade, por vício formal, do Projeto de Decreto Legislativo nº 57/2021, a autorizar o deferimento da liminar pleiteada, notadamente ante a presunção do periculum in mora, visto que o leilão da Cedae está previsto para acontecer nesta data".

O presidente da Alerj, André Ceciliano, divulgou nota dizendo que a assembleia "respeita a decisão judicial e considera que já fez a sua parte". O deputado cita ainda que a Casa foi "até o limite para alertar o risco que será o Estado vender a Cedae antes de negociar e assinar os termos da sua permanência no Regime de Recuperação Fiscal".

Ceciliano diz que "O tempo dirá quem tinha razão" e encerra afirmando que "a hora agora é de buscar recompor a harmonia entre os poderes, sem o qual nada avança. O Rio de Janeiro tem imensos desafios pela frente, a começar pelo enfrentamento à pandemia e o desemprego". E prega a união: "Vamos unir esforços em vez de dividir forças".

A votação do projeto de decreto na Alerj que decidiu suspender o leilão da Cedae ocorreu nesta quinta-feira. Logo depois do resultado, o governador em exercício Cláudio Castro publicou um decreto no Diário Oficial determinando que o pregão fosse mantido.

Quais são as tendências entre as maiores empresas do Brasil e do mundo? Assine a EXAME e saiba mais.

Acompanhe tudo sobre:CedaeJustiçaRio de Janeiro

Mais de Brasil

Semana começa com chuva e frio em SP; veja a previsão do tempo para os próximos dias

Após trégua do fim de semana, chuva deve voltar ao RS nesta segunda

Inscrições para Enem 2024 começam nesta segunda-feira

Chuva deve voltar ao Rio Grande do Sul nesta segunda-feira

Mais na Exame