Jovem cadeirante é morta a tiros por aluno dentro da escola em Barreiras na Bahia

Suspeito morreu durante confronto com policiais militares. Investigação ainda não sabe qual teria sido a motivação do crime
O caso aconteceu na escola Eurides Sant'anna e ainda está em apuração (Youtube/Reprodução)
O caso aconteceu na escola Eurides Sant'anna e ainda está em apuração (Youtube/Reprodução)
A
Agência O Globo

Publicado em 26/09/2022 às 11:19.

Última atualização em 26/09/2022 às 12:09.

Uma adolescente cadeirante morreu após um ataque a uma escola no município de Barreiras, na Bacia do Rio Grande, extremo oeste da Bahia, na manhã desta segunda-feira, 26. O caso aconteceu na escola Eurides Sant'anna e ainda está em apuração.

Um outro aluno teria atirado e morreu durante um confronto com policiais militares. O suspeito teria planejado o disparo contra a jovem, mas ainda não se sabe o motivo do crime. Houve pânico no momento dos disparos entre os alunos e funcionários do colégio.

De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura de Barreiras, será divulgada uma nota conjunta com a Polícia Militar sobre o fato. Até agora, não há informações oficiais. Testemunhas disseram que o atirador teria 13 anos e usava um revólver 38, mas a idade não foi confirmada. Ele foi alvejado pelos PMs, que chegaram muito rápido ao local do crime, e foi levado para o Hospital Geral do Oeste. A escola Eurides Sant'anna é administrada em parceria entre a Secretaria de Educação e a Polícia Militar.

Veja também:

De vaqueiro a professor de jiu-jitsu, 156 categorias vão ao Congresso em busca de piso salarial

Lula diz que ainda será ressarcido pelos processos da Lava Jato