A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Grupo Silvio Santos é autorizado a construir em volta do Teatro Oficina

Projeto arquitetônico da italiana Lina Bo Bardi que foi tombado traz a imensa janela lateral que seria "encaixotada" pelas torres de Silvio Santos

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) autorizou, em reunião nesta terça-feira, 29, o projeto da Sisan, do Grupo Silvio Santos, a erguer torres residenciais de mais de cem metros de altura no entorno do Teatro Oficina, sede da companhia de Zé Celso, no bairro do Bixiga.

A decisão do órgão, vinculado ao Ministério da Cultura, era a última que faltava no embate entre Silvio Santos e o Oficina, que já dura 38 anos.

O projeto arquitetônico da italiana Lina Bo Bardi que foi tombado em nível estadual em 1983 e no federal em 2010, pelo próprio Iphan, traz a imensa janela lateral que seria "encaixotada" pelas torres de Silvio Santos. Em novembro de 2017, o Condephaat reverteu o tombamento para nível estadual.

No início do ano, um encontro foi realizado com Silvio Santos, Zé Celso e o ex-prefeito João Dória para negociação. O Oficina chegou a propor, sem sucesso, a construção de um parque público ou a troca do terreno por outro de propriedade da prefeitura.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também