Brasil

Gripe aviária: Espirito Santo investiga quatro casos suspeitos em humanos; 34 foram descartados

Outras quatro suspeitas foram descartadas no Rio

Gripe Aviária: Segundo nota do Ministério da Saúde, 34 possibilidades já foram descartadas no mesmo estado (Getty Images/Getty Images)

Gripe Aviária: Segundo nota do Ministério da Saúde, 34 possibilidades já foram descartadas no mesmo estado (Getty Images/Getty Images)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 24 de maio de 2023 às 07h51.

Quatro casos suspeitos de gripe aviária aguardam resultado nesta terça-feira, no Espírito Santo. Segundo nota do Ministério da Saúde, 34 possibilidades já foram descartadas no mesmo estado, e outras quatro foram descartadas no Rio de Janeiro. Os pacientes que esperam o resultado tiveram contato com aves infectadas e estão sintomáticos.

A pasta reforça que nenhum caso da doença em humanos foi confirmado no país e “a vigilância epidemiológica segue monitorando as notificações de contato com as aves contaminadas e os casos em investigação”.

“Em relação à saúde pública, o cenário é de alerta e monitoramento. É importante ressaltar que a transmissão ocorre por meio de contato com aves doentes, vivas ou mortas. De acordo com o que foi observado no mundo, o vírus não infecta humanos com facilidade e, quando isso ocorre, geralmente a transmissão de pessoa para pessoa não é sustentada”, diz o comunicado.

Na segunda-feira, 22, o Ministério da Agricultura e Pecuária decretou estado de emergência zoosanitária após a descoberta de novos casos de infecção pelo vírus da influenza aviária de alta patogenicidade (H5N1) no país. No total, cinco ocorrências da doença foram registradas em aves silvestres no Espírito Santo e no Rio.

O governo orienta a população a não recolher aves doentes ou mortas e acionar o serviço veterinário local em casos suspeitos. A Saúde afirma que, diante das ocorrências, os Centros de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) dos estados atuam na busca para identificar e monitorar pessoas que tiveram contato com as aves, garantindo que elas sejam testadas, monitoradas e isoladas em caso de sintomas gripais.

As amostras coletadas são analisadas pelo Laboratório Centrais de Saúde Pública e depois enviadas para confirmação do resultado pelos laboratórios de referência e na Fiocruz.

No Espírito Santo, os resultados negativos abrangem 33 amostras de funcionários do Parque Fazendinha, onde uma das aves foi encontrada, e uma de servidora do Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos (IPRAM).

O que é a gripe aviária?

Decorrente de cepas do vírus Influenza, o vírus da gripe, a gripe aviária é uma doença que circula em aves, podendo infectar humanos pelo contato direto com o animal contaminado, vivo ou morto. A doença não é transmitida para humanos com facilidade e não há registros da doença no Brasil. Como a gripe tem alta transmissibilidade, e a aviária apresenta uma letalidade elevada ao infectar humanos (cerca de 53%), as autoridades monitoram de perto suspeitas do vírus

Acompanhe tudo sobre:Gripe aviáriaEspírito SantoMinistério da Saúde

Mais de Brasil

Gonet diz que 'não faz sentido' proibir delação premiada de presos, proposta em discussão na Câmara

STF tem maioria para derrubar pontos da reforma da Previdência que atingem servidores públicos

CCJ do Senado aprova liberação de cassinos, bingos e jogo do bicho

Mais na Exame