Acompanhe:

Governo topa discutir desconto no INSS dos municípios, mas quer contas em ordem, diz Randolfe

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) diz que o desconto deixava de tirar R$ 11 bilhões anuais dos municípios

Modo escuro

Continua após a publicidade
andolfe disse que é necessário esperar o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, que estava com covid-19, para discutir o assunto (Waldemir Barreto/Agência Senado/Flickr)

andolfe disse que é necessário esperar o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, que estava com covid-19, para discutir o assunto (Waldemir Barreto/Agência Senado/Flickr)

O líder do governo no Congresso, Randolfe Rodrigues, disse nesta quinta-feira, 29, que o Executivo topa discutir um desconto na contribuição previdenciária dos municípios, mas quer manter as contas em ordem. Na quarta, 28, uma medida provisória (MP) manteve o fim de um desconto para municípios de até 142 mil habitantes que reduzia a arrecadação do governo federal.

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) diz que o desconto deixava de tirar R$ 11 bilhões anuais dos municípios. A medida foi parte do esforço do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, para aumentar a arrecadação e organizar as contas públicas.

"Estamos à disposição para debater ..., mas não podemos ter desequilíbrio nesse período", disse Randolfe Rodrigues a jornalistas. "Ouvimos as reclamações dos municípios, da CNM, o governo está à disposição para dialogar", afirmou o senador.

Mudanças e alternativas

Randolfe disse que é necessário esperar o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, que estava com covid-19, para discutir o assunto. Também mencionou que é possível uma mudança na medida provisória editada na quarta-feira, 28. O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, havia falado em construir uma alternativa durante a tramitação da MP.

A reação contrária à medida do governo incluiu o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG). Ele disse na quarta-feira que o desconto na previdência dos municípios deve ser discutido junto com a desoneração da folha de pagamentos de 17 setores da economia.

Randolfe Rodrigues falou a jornalistas no Palácio do Planalto. Antes, ele tomou café da manhã com o ministro Alexandre Padilha, junto com os vice-líderes do governo no Congresso.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Lira diz que a Câmara vota hoje urgência para acelerar PLs do Perse e da reoneração de municípios
Economia

Lira diz que a Câmara vota hoje urgência para acelerar PLs do Perse e da reoneração de municípios

Há 21 horas

Haddad vai defender tributação de 'super-ricos' em evento do G20 nos EUA
Economia

Haddad vai defender tributação de 'super-ricos' em evento do G20 nos EUA

Há um dia

Haddad vai aos EUA apresentar reformas, transição ecológica e participar de reuniões multilaterias
Economia

Haddad vai aos EUA apresentar reformas, transição ecológica e participar de reuniões multilaterias

Há um dia

Distribuição total ou parcial dos dividendos retidos da Petrobras divide ministros de Lula
Economia

Distribuição total ou parcial dos dividendos retidos da Petrobras divide ministros de Lula

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais