Brasil

Governo de SP vai apresentar projetos de trens da capital até Santos e São José dos Campos

Outros planos da administração são dois VLTs com trajeto pelas cidades de Campinas, Hortolândia e Sumaré, com acesso ao Aeroporto de Viracopos

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 23 de maio de 2024 às 12h49.

Última atualização em 23 de maio de 2024 às 13h06.

O governo de São Paulo discutirá na tarde desta quinta-feira, 23, quatro novos projetos de mobilidade urbana durante a reunião do Programa de Parcerias de Investimentos do Estado (PPI). Durante a reunião, deve ser aprovada a contratação de estudos para dois novos Trens Intercidades (TIC), um ligando a capital até São José dos Campos, e o outro até Santos, no litoral.

Além disso, também devem ser liberados os estudos para dois novos VLTs (veículo leve sobre trilho) no interior do estado. Um deles é o VLT Campinas-Hortolândia-Sumaré, que dará acesso ao Aeroporto Viracopos. Atualmente, só é possível chegar até o local de carro ou de ônibus.

O outro VLT ligará Sorocaba até Iperó, município vizinho. Esta reunião é a primeira etapa dos projetos, que dependem de autorização para contratação dos estudos. Depois disso, o próximo passo é a contratação do o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o que deve ser feito nos próximos meses.

O primeiro projeto de Trem Intercidades de São Paulo é o que ligará Campinas até a capital. O modal foi licitado em fevereiro, e quem levou a concessão foi o consórcio C2 Mobilidade Sobre Trilhos,
que é formado pela Comporte Participações junto com a chinesa CRRC Sifang. O governo estima que a operação comece em 2031. Outro projeto que já está com os estudos em andamento é o TIC Sorocaba.

Acompanhe tudo sobre:Estado de São PauloMobilidadeTransporte de passageirosTrens

Mais de Brasil

Veranico: altas temperaturas e massa de ar seco devem permanecer até o inverno; veja onde fará 30ºC

Enem 2024: prazo de inscrição termina nesta sexta-feira, 14

Alagoas assina convênios para atrair R$ 155 milhões em investimentos em troca de incentivos fiscais

Lula critica falta de acordo entre Zelensky e Putin: 'Estão gostando da guerra'

Mais na Exame