Brasil

Governo Lula lança programa para reduzir espera por tratamentos no SUS

Nova política visa reduzir a quantidade de lugares que o paciente precisa ir durante um tratamento

SUS: telessaúde visa reduzir tempo de espera para tratamentos (Marcelo Casal/Agência Brasil)

SUS: telessaúde visa reduzir tempo de espera para tratamentos (Marcelo Casal/Agência Brasil)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 8 de abril de 2024 às 11h57.

O Ministério da Saúde lançou um novo modelo de integração de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) com foco na telessaúde, que visa reduzir o tempo de espera e encurtar as filas. O anúncio foi feito pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a ministra da Saúde, Nísia Trindade, nesta segunda-feira, 8, em entrevista coletiva a jornalistas.

A ministra afirma que o programa Mais Acesso a Especialistas irá reduzir a quantidade de lugares que o paciente precisa ir durante um tratamento no SUS, concentrando os exames e consultas em unidades de saúde próximas à casa da pessoa atendida. Dependendo do procedimento, o paciente poderá ser atendido por meio de telessaúde.

As pressões sobre Trindade passaram a se intensificar no último mês com a crise nos hospitais federais no Rio de Janeiro e o aumento de casos de dengue. Denúncias de irregularidades e negligência nas seis unidades federais do Rio causou uma série de quedas no ministério e na gestão hospitalar, entre elas a do secretário nacional de Atenção Especializada à Saúde, Helvécio Miranda.

O orçamento previsto para 2024 para os hospitais ultrapassa R$ 800 milhões, mas há problemas estruturais na rede. Além de indícios de mau uso de dinheiro público e corrupção — como direcionamento de licitação e compras superfaturadas, segundo uma nota técnica do DGH —, as unidades sofrem com condições precárias e dificuldades para atender pacientes.

Trindade também é cobrada por melhores entregas no combate contra a dengue, que já soma 2,7 milhões de casos e mais de mil mortes somente neste ano.

O evento desta segunda integra um esforço do governo para melhorar a comunicação sobre as ações e entregas dos ministérios de Lula. Antes da Saúde, houve eventos parecidos voltados para os ministérios da Justiça e Educação.

Acompanhe tudo sobre:SUSMinistério da Saúde

Mais de Brasil

Aprenda a como tirar o NIS pela primeira vez

Até quando vai o calor em Curitiba? Veja a previsão do clima para os próximos dias

Até quando vai o calor no Rio? Veja a previsão do clima para os próximos dias

PF conclui que Nikolas cometeu ‘crime de menor potencial ofensivo’ contra Lula

Mais na Exame