Acompanhe:

Governo de SP divulgará Plano Estadual de Imunização contra a covid-19

No documento, há o todo o cronograma, grupos prioritários e os volumes da vacina que serão disponibilizados para a população

Modo escuro

Continua após a publicidade
 (Governo de São Paulo/Divulgação)

(Governo de São Paulo/Divulgação)

G
Gilson Garrett Jr

Publicado em 6 de dezembro de 2020 às, 15h51.

Última atualização em 6 de dezembro de 2020 às, 21h46.

O governo de São Paulo tem preparado um Plano Estadual de Imunização contra a covid-19. No documento, há o todo o cronograma, grupos prioritários e os volumes da vacina que serão disponibilizados para a população. Na última quinta-feira, 3, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que vai apresentar todo o plano nesta segunda-feira, 7.

“Vamos apresentar o Programa Estadual de Imunização completo, de forma precisa, com cronograma, com os setores que serão priorizados, volume de vacinas, regiões, áreas, logística, segurança, todos os processos serão apresentados. Já temos o programa há pouco mais de 20 dias e vamos apresentá-lo na próxima segunda-feira, 7”, disse Doria em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

Ainda de acordo com o governador, o programa só poderá ser aplicado a partir do dia 15 de janeiro, prazo dado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para análise final da testagem da vacina do Butantan, desenvolvida com o laboratório chinês Sinovac.

A apresentação do plano é uma resposta ao Ministério da Saúde que disse que o Plano Nacional de Vacinação contra o coronavírus só ficará pronto depois de uma vacina aprovada pela Anvisa. Internamente, a pasta trabalha com a inclusão de alguns grupos, como os idosos, sendo os primeiros a serem imunizados. Provavelmente este plano terá quatro fases e a previsão é começar somente em março. Ainda não se sabe se a vacina do Butantan será adquirida pelo governo federal.

Na semana passada, o governo de São Paulo recebeu a segunda remessa de doses da CoronaVac. Este lote era de 600 litros a granel, o equivalente a 1 milhão de doses. No mês passado, São Paulo já havia recebido as primeiras 120.000 doses da vacina pronta. O Butantan diz que terá 46 milhões de doses até o fim do ano. O custo total do contrato do governo de São Paulo com o laboratório chinês é de 90 milhões de dólares.

Apesar destes dois lotes estarem no Brasil, a vacinação ainda depende do resultado do estudo clínico – a chamada fase 3 – que vai comprovar a eficácia do imunizante.

Em um estudo revisado por pares publicado no dia 17 de novembro na prestigiada revista The Lancet, foi apontado que a CoronaVac, é segura e foi capaz de criar anticorpos em 97% de 700 voluntários que participaram da fase de testes 1 e 2 na China.

Ultima fase de testes

No fim de novembro, o teste de eficácia da CoronaVac no Brasil atingiu o número mínimo de pessoas infectadas. Com isso, os estudos entraram na última fase de análise para verificar se ela realmente é eficaz contra o coronavírus. Um total de 13.000 voluntários participa do estudo.

Metade recebe a vacina e a outra metade um placebo. O Instituto Butantan estabeleceu que a partir do número mínimo de infectados – 61 casos – os resultados começam a ser analisados individualmente. Ou seja, os pesquisadores passam a analisar se os contaminados estão no grupo vacinado ou no grupo placebo, e verificar se a vacina atingiu o objetivo que é de combater o coronavírus.

De acordo com Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, a expectativa é concluir esta análise dos casos de infecção na semana que vem.

Últimas Notícias

Ver mais
Tarcísio confirma leilão de privatização da Emae para dia 10 de abril
Brasil

Tarcísio confirma leilão de privatização da Emae para dia 10 de abril

Há 2 dias

Gripe: Ministério da Saúde antecipa vacinação para final de março; saiba quem pode se vacinar
Brasil

Gripe: Ministério da Saúde antecipa vacinação para final de março; saiba quem pode se vacinar

Há 2 dias

Vacinação contra gripe: Saúde antecipa campanha devido à alta de casos; veja datas e público
Brasil

Vacinação contra gripe: Saúde antecipa campanha devido à alta de casos; veja datas e público

Há 2 dias

TJ derruba lei que dava prioridade na fila da balsa a carros de Ilhabela e São Sebastião
Brasil

TJ derruba lei que dava prioridade na fila da balsa a carros de Ilhabela e São Sebastião

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais