Flávio Rocha diz que Bolsonaro precisa "trocar o chip" e governar

Para presidente do conselho da Riachuelo, crise da última semana serviu para alertar governo e Congresso sobre a urgência da reforma

São Paulo — Após conversar com o presidente Jair Bolsonaro e com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, em Brasília, o presidente do Conselho de Administração da Riachuelo, Flávio Rocha, defendeu que o governo precisa trocar o "chip da campanha" pelo "chip de governar".

"É preciso trocar o chip da campanha, de acirramento, do inimigo comum, para o chip de governar e em torno de um propósito comum, e esse propósito maior é a nova Previdência", declarou Rocha, quando perguntado sobre que conselho deu a Bolsonaro ao chegar para um jantar com o vice-presidente Hamilton Mourão na casa do presidente da Fiesp, Paulo Skaf, no Morumbi, em São Paulo.

O empresário avaliou que os atritos entre Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), serviram como um "estremecimento" para alertar governo e Congresso sobre a urgência da reforma. "Hoje foi um dia que marcou a retomada do diálogo", disse.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.