Acompanhe:

EUA vai enviar doses de vacinas ao Brasil nas próximas semanas

A Casa Branca não especificou, no entanto, quantas das 80 milhões de doses previstas para doação serão enviadas ao Brasil

Modo escuro

Continua após a publicidade
São Paulo: a Secretaria da Saúde do Estado informou que o ritmo da vacinação é determinado pelos municípios (Governo do Estado de São Paulo/Flickr)

São Paulo: a Secretaria da Saúde do Estado informou que o ritmo da vacinação é determinado pelos municípios (Governo do Estado de São Paulo/Flickr)

E
Estadão Conteúdo

Publicado em 17 de junho de 2021 às, 13h29.

Última atualização em 17 de junho de 2021 às, 14h26.

Os Estados Unidos vão enviar doses de vacinas contra a covid-19 ao Brasil nas próximas semanas, segundo afirmou o coordenador da força-tarefa da Casa Branca contra a pandemia, Jeff Zients, em coletiva de imprensa nesta quinta-feira. Ele não especificou, no entanto, quantas das 80 milhões de doses previstas para doação serão enviadas ao país.

A política vai seguir dando o tom na bolsa? Vai. E você pode aproveitar as oportunidades.  Aprenda a investir com a EXAME Academy

De acordo com ele, o governo americano também espera "fazer mais" no segundo semestre de 2021 para combater a ameaça global do novo coronavírus, em adição ao compromisso de doar 580 milhões de doses dos imunizantes a nações de baixa renda.

Sem esclarecer se a administração Biden pretende aumentar as doações no período, o comentário foi feito enquanto Zients destacava os esforços dos Estados Unidos para acelerar a vacinação contra a doença em todo o mundo, "à medida que as taxas locais de infecção e mortes por covid-19 melhoram".

Casos e mortes

Segundo a diretora do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) americano, Rochelle Walensky, a média diária de casos de covid-19 nos Estados Unidos caiu 15,8% entre os dias 9 e 15 deste mês em relação aos sete dias anteriores, a 12.192.

Já as mortes recuaram 24,8% no período, a 286, enquanto as hospitalizações caíram 9,8%, a 2.027.

Segundo ela, os números comprovam que o programa de imunização nacional está dando resultado. De acordo com Zients, quase dois terços dos americanos adultos já receberam pelo menos uma dose das vacinas, e a média diária de óbitos por covid-19 já recuou 90% desde o início do ano, à menor taxa desde o começo da pandemia.

Ele alertou, porém, que algumas comunidades americanas ainda registram baixo nível de imunização, algo que o preocupa, diante da disseminação da variante delta do SARS-CoV-2, identificada pela primeira vez na Índia.

Últimas Notícias

Ver mais
Democratas levam luta pelo aborto de casa em casa na batalha eleitoral dos EUA
Mundo

Democratas levam luta pelo aborto de casa em casa na batalha eleitoral dos EUA

Há 4 horas

Vendas no varejo nos EUA sobem 0,7% em março ante fevereiro
Economia

Vendas no varejo nos EUA sobem 0,7% em março ante fevereiro

Há 5 horas

Julgamento criminal de Donald Trump começa em Nova York nesta segunda
Mundo

Julgamento criminal de Donald Trump começa em Nova York nesta segunda

Há 9 horas

Estados Unidos se preocupa com ascensão da venda de carros chineses
Mundo

Estados Unidos se preocupa com ascensão da venda de carros chineses

Há 10 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais