Acompanhe:

Brasil e Arábia projetam US$ 20 bi de negócios até 2030; acordo inclui carros voadores da Embraer

Entre os entendimentos está o desenvolvimento do carro voador da companhia brasileira. Países buscam crescer em 150% comércio bilateral

Modo escuro

Continua após a publicidade
Reunião entre o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e o primeiro-ministro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, em Riad (Ricardo Stuckert/Divulgação)

Reunião entre o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e o primeiro-ministro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, em Riad (Ricardo Stuckert/Divulgação)

A reunião do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Arábia Saudita nesta quarta-feira, 29, com o primeiro-ministro do país, Mohammed bin Salman, em Riad, começa a render anúncios de investimentos. O primeiro deles é que a Embraer, gigante do setor aeroespacial brasileiro, assinou três acordos de cooperação com o governo e empresas daquele país. No total, Lula e bin Salman estimam que as transações comerciais entre os dois países podem saltar dos atuais 8 bilhões de dólares para 20 bilhões de dólares até 2030.

No caso da Embraer, cujos detalhes serão revelados na tarde desta quarta-feira, os memorandos de entendimento assinados "permitirão à empresa estabelecer diversas linhas de colaboração e iniciativas conjuntas, públicas e privadas, expandindo oportunidades de investimento e parcerias com a indústria local, além de incrementar exportações a partir do Brasil". 

Os acordos são: 

1. Memorando de entendimento de Cooperação e Parcerias com o Governo saudita (Ministério de Investimento da Arábia Saudita e o GACA - Autoridade Aeronáutica saudita)

2. Memorando de entendimento com a SAMI - empresa saudita de Defesa e Segurança

3. Memorando de entendimento da EVE, o "carro voador", com a FlyNas, sobre operações de taxi aéreo naquele país.

Investimentos no Brasil

Na conversa, os líderes das nações falaram sobre os 10 bilhões de dólares que o Fundo Soberano Saudita planeja aplicar no Brasil nos próximos anos. Desse total, 9 bilhões de dólares estão previstos para serem aportados até 2030. Projetos na área de energia limpa, hidrogênio verde, defesa, ciência e tecnologia, agropecuária e aportes em infraestrutura conectados ao Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) estão entre as possibilidades de investimentos.

De acordo com a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, (Secom), Lula destacou o potencial do Brasil para a transição energética e ações de combate à crise climática. Ele antecipou ao príncipe que o Brasil vai apresentar na COP 28, em Dubai, avanços no controle do desmatamento e ações conectadas à preservação e proteção das florestas tropicais.

Mohammed bin Salman mencionou a posição do Brasil e da Arábia Saudita como líderes econômicos de suas regiões e sinalizou que esse é um indicativo de que uma parceria mais forte e estratégica entre os dois países será interessante para todos os lados. O líder saudita demonstrou interesse em visitar o Brasil e conhecer especialmente a Amazônia.

O príncipe herdeiro mencionou a importância estratégica da Presidência brasileira do G-20, que se inicia em dezembro. Mohammed bin Salman também ressaltou a entrada da Arábia Saudita no Brics, e afirmou que o país tem interesse em ter uma participação ativa no banco do bloco, o Novo Banco de Desenvolvimento.

Comércio exterior de US$ 1 trilhão

Assim como em evento recente em Brasília, Lula voltou a falar sobre uma meta de que o Brasil comercialize um trilhão de dólares. Atualmente, entre importações e exportações, essa quantia se aproxima de 600 bilhões de dólares.

"Eu acho que se o Brasil assumir a responsabilidade pelo tamanho que tem e pela importância que tem na geopolítica, eu queria dizer aos nossos ministros, aos empresários aqui, a gente pode sonhar em 2030 a gente ter uma balança comercial de US$ 1 trilhão", destacou. Entre janeiro e outubro deste ano, a balança comercial brasileira registrou um superávit de US$ 80,2 bilhões, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, com aumento de cerca de 60% em relação ao mesmo período do ano passado.

Visita à Amazônia e BRICS

O príncipe herdeiro mencionou a importância da presidência brasileira do G-20, que se inicia em dezembro e ressaltou a entrada da Arábia Saudita no BRICS e seu interesse em ter uma participação ativa no banco do bloco, o NDB.

Convidado pelo presidente Lula, Mohammed bin Salman também demonstrou interesse em visitar o Brasil e conhecer, especialmente, a Amazônia. Ele fez referência ao fato de o Brasil ser um país pacífico e com manifestações culturais muito apreciadas em seu país, além do futebol.

"Os dois líderes e suas respectivas comitivas também manifestaram interesse na construção de um Conselho bilateral, em nível ministerial, que se reúna periodicamente para promover o aprofundamento das relações econômicas e politicas entre os dois países, tema comentado igualmente pelo ministro Rui Costa (Casa Civil), em contato com a imprensa brasileira presente no país árabe na manhã desta terça", diz trecho de comunicado do governo brasileiro.

Com Agência Brasil.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Quem são os fugitivos de Mossororó? Veja o histórico dos presos que escaparam da prisão federal
Brasil

Quem são os fugitivos de Mossororó? Veja o histórico dos presos que escaparam da prisão federal

Há 3 horas

Fugitivos de presídio federal em Mossoró fizeram família refém na noite de sexta
Brasil

Fugitivos de presídio federal em Mossoró fizeram família refém na noite de sexta

Há 5 horas

Novos indícios apontam que fuga inédita de presos em Mossoró teve ação planejada com antecedência
Brasil

Novos indícios apontam que fuga inédita de presos em Mossoró teve ação planejada com antecedência

Há 6 horas

Eleições 2024: carnaval amplia troca de acusações entre pré-candidatos à prefeitura de SP
Brasil

Eleições 2024: carnaval amplia troca de acusações entre pré-candidatos à prefeitura de SP

Há 7 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais